Corinthians prepara anúncio de novo diretor; jornalista deve receber convite

194
Roberto de Andrade Eduardo Ferreira Corinthians (Foto: Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians)Presidente Roberto de Andrade (à esq.) com Eduardo Ferreira (Foto: Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians)

O Corinthians espera anunciar nos próximos dias o nome de
seu novo diretor de futebol. O cargo está vago desde a saída de Eduardo
Ferreira, há duas semanas, e pode ser ocupado por um velho conhecido do Timão:
o jornalista Flávio Adauto, que foi vice-presidente de comunicação em parte da
administração de Alberto Dualib. Ele deixou o cargo em 2007.

O nome de Adauto ganhou força no sábado, dia em que
associados do clube foram ao Parque São Jorge votar uma série de mudanças no
estatuto. Conselheiro vitalício do Corinthians, o jornalista também esteve no
local. O presidente Roberto de Andrade deve formalizar um convite nos próximos
dias.

Outro nome cogitado foi o de Carlos Nujud, diretor de futebol
no fim da década de 90. O conselheiro, porém, disse que negaria o cargo caso
fosse convidado. Roberto de Andrade, por enquanto, não confirma nenhum nome.

? Em breve vamos anunciar uma pessoa para nos ajudar, que é
importante. Agora, quem procurei, quem não procurei, não quero falar. Prefiro
assim do que ficar citando nomes e nomes. O Corinthians é muito grande, tem
muita gente que tem condições de ser diretor de futebol ? afirmou Roberto.

LEIA TAMBÉM: STJD tira organizadas do Timão dos estádios na reta final do Brasileirão

O planejamento, hoje, conta apenas com o presidente e o
gerente de futebol Alessandro Nunes. O técnico Oswaldo de Oliveira,
recém-contratado, também participa de reuniões periódicas para definir como o
Corinthians vai se organizar em 2017.

Apesar de considerar que o departamento de futebol ainda não
está sobrecarregado sem Eduardo Ferreira, Roberto de Andrade espera definir
rapidamente a nova diretoria.

E MAIS: Ex-lanterna vence e ajuda Corinthians a permanecer no G-6 do Brasileirão

Desde que assumiu o cargo, em fevereiro de 2015, o presidente
perdeu dois diretores. Além de Edu Ferreira, que era adjunto, o diretor Sergio
Janikian deixou a cúpula em maio do ano passado. Desde então, o cargo está
vago.


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here