conecte-se conosco


Política

Comissão de Segurança da ALMT discute integração e doação de equipamentos entre as forças de segurança

Publicado

Foto: Ronaldo Mazza

O deputado estadual Delegado Claudinei (PSL) participou da terceira reunião ordinária da Comissão de Segurança Pública e Comunitária, na quarta-feira (22), às 14 horas, na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), para discutir a possibilidade de integração entre as polícias de Mato Grosso.

A pauta apresentada foi uma solicitação do Delegado Claudinei, após reunião realizada com o superintendente da PRF, no dia 8 de maio, que apresentou a importância da comunicação integrada entre as polícias civis, militares e federais, que vai tornar os trabalhos da área da segurança pública favoráveis para o combate à criminalidade. Também foi discutida a possibilidade de firmar futuros convênios, termos de parceria e cooperação, com a doação de armas e veículos que não são mais utilizados pela instituição para outras entidades da segurança pública.

Francisco Lucena, que assumiu a superintendência da Polícia Rodoviária Federal (PRF) há cerca de 60 dias, conta que primeiramente teve contato com a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) para tratar das principais diretrizes para o devido encaminhamento da integração entre as forças de segurança pública.

“Fizemos algumas proposituras e é preciso que os deputados façam uma avaliação jurídica para consolidá-los. A Polícia Rodoviária está propondo uma quebra de paradigma, buscamos uma integração total, como compartilhar a tecnologia e, principalmente, a questão de operações”, explica.

Armas e viaturas – O superintendente pontua que estão disponíveis 375 armas que são utilizados por policiais militares e civis e destaca que o Exército Brasileiro já está com este armamento para a devida destinação. “Fizemos uma reunião com a Sesp-MT e, depois, fizemos com os deputados para que pudéssemos fazer estes encaminhamentos. A polícia não tem a competência para fazer essa doação. Primeiro passa pelo pedido do Estado e depois é feito uma ciência por departamento, mas quem faz essa transferência é o Exército Brasileiro. Então, e já fizemos o encaminhamento à instituição”, esclarece Lucena.

Leia mais:   Prefeito e lideranças de Alto Araguaia apresentam demandas

Em relação às viaturas, Francisco conta que são 150 viaturas utilizadas pela PRF e que são 23 unidades operacionais, em todo o estado de Mato Grosso. “Decidimos fazer uma doação para o Estado, por meio de convênio, para transferência de bens. Neste sentido, já temos 40 viaturas disponíveis para serem doadas para ajudar o Estado e que serão destinadas às unidades que não tem viaturas”, ressalva.

“A segurança pública precisa de uma atenção especial. O superintendente informou a média de armas disponíveis e que foram trocadas por outros tipos de pistolas. A gente o convidou para estar aqui hoje, para verificarmos a possibilidade de firmarmos um convênio para os repasses. As viaturas a serem repassadas vão contribuir na segurança das áreas rurais, que sofrem muito, pois precisam de carros altos. Fui informado que existem viaturas de cinco anos de uso e estão bem conservadas”, informa Delegado Claudinei, que é o vice-presidente da Comissão de Segurança Pública e Comunitária.

Radiocomunicadores – Também foi apresentada a metodologia da implantação da rede de radiocomunicação digital nos municípios mato-grossenses. Este instrumento já conta com termo de cooperação junto à Sesp, há cerca de quatro anos, com um investimento de R$ 45 milhões. Ele explicou que ao longo da rodovia, a cada 50 km, tem uma antena e que as rodovias que cortam 40 municípios, representam 75% do PIB (Produto Interno Bruto).

Leia mais:   Ciopaer recebeu nesta terça-feira (17) aeronave e veículos

Francisco Lucena pontuou que é preciso parceria com os municípios para a instalação das antenas que estão disponíveis na PRF, como, também, as prefeituras deverão adquirir os radiocomunicadores e  que esse é um investimento de baixo custo. O sistema é uma rede segura e que não há chances de ter a invasão por parte do crime organização para acompanhar o trabalho da polícia.

A Polícia Rodoviária Federal é uma instituição subordinada ao Ministério da Segurança Pública que garante a segurança nas rodovias federais e conta com 27 superintendências pelo país.

Estiveram na reunião os deputados estaduais e membros da Comissão de Segurança, Elizeu Nascimento (DC), João Batista (Pros) e Ulysses Moraes (DC); o superintendente regional da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Francisco Élcio Lucena; tenente-coronel da Polícia Militar e coordenador do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública de Mato Grosso (Ciosp-MT), Sizieboro Elvis de Oliveira Barbosa e tenente-coronel do Grupo Especial de Fronteira (Gefron), Fábio Ricas de Araújo.

Comentários Facebook

Política

Escola do Legislativo terá curso EAD da Escola do Senado

Publicado

Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

Por meio de uma parceira com a Escola de Governo do Senado Federal a Assembleia Legislativa de Mato Grosso dá inicio a implantação de Ensino a Distancia (EAD). O anúncio foi feito na manhã dessa quinta-feira (19) pelo coordenador da Escola do Legislativo de Mato Grosso Eduardo Manciolli, durante reunião com Marcio Coimbra diretor executivo do Instituto Legislativo Brasileiro (ILB). Segundo Manciolli, já na próxima segunda-feira (23), servidores e comunidade em geral poderão acessar, pela pagina da ALMT, os cursos oferecidos gratuitamente pela plataforma do Programa Interlegis, do ILB.

“A educação é o meio mais eficiente de promover transformações e o EAD é uma ferramenta fundamental para garantir a oportunidade de ensino para muito mais pessoas. Estamos dando inicio a esse projeto contando com o importante apoio de uma instituição pública já consolidada na modalidade”, destaca o coordenador. O próximo passo, segundo ele, é disponibilizar os cursos desenvolvidos pela Escola do Legislativo por meio de plataforma digital própria, que será implantada nos próximos dias. “Essa é uma inciativa importante da assembleia de buscar se fazer mais presente e atuante nos 141 municípios que representa” avalia.

Leia mais:   Equipe do governo discutirá o projeto de Lei Orçamentária (2020) amanhã (17)

“A oferta de ensino a distância é um processo que se consolidou com a evolução das novas tecnologias de informação e de comunicação. Considerando essa transformação, o Interlegis caminha pra se tornar uma plataforma inteiramente digital e alcançar regiões remotas do país”, explica Coimbra. Segundo ele a parceria estabelecida com Mato Grosso faz parte de um projeto de ILB que visa fortalecer a relações com os legislativos dos estados e município das regiões centro-oeste e norte, para oferecer apoio e ampliar o diálogo e a integração.

Além da plataforma on-line o Interlegis, Coimbra adinata que a parceria também prevê a realização de outros cursos presenciais como uma edição da oficina “Agro + Infraestrutura: Integração e Desafios”, realizada esta semana em Brasilia e que deve acontecer aqui no mês de novembro.

Cursos on-line: para frequentar as capacitações disponíveis na plataforma é preciso fazer um cadastro que permitirá ao usuário acessar ainda mais opções de ensino como oficinas e vídeos-aulas, entre outros. Vale destacar que o aluno interage, diretamente com o material didático, realiza exercícios de fixação, avaliação final e obtém o certificado, conforme seu tempo e disponibilidade, considerando do prazo máximo estabelecido para conclusão cada curso, que varia entre 40 e 60 dias. A carga horária varia e cada estudante pode se matricular em até dois cursos ao mesmo tempo. 

Comentários Facebook
Continue lendo

Política

Bombeiros e ooliciais Militares da cidade de Sinop são homenageados

Publicado

Foto: ELIEL TENORIO PEREIRA

Os bombeiros e policiais militares da cidade de Sinop foram homenageados com moção de aplausos, na quarta-feira (18), pelo o presidente da Comissão e Segurança Pública e Comunitária da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) deputado estadual Elizeu Nascimento (DC).

O parlamentar fez um requerimento para homenagear todo o efetivo da PM e BM do Estado de Mato Grosso, ele tem percorrido o Estado entregando as moções. “Essa é uma oportunidade ímpar de poder homenagear esses profissionais da segurança pública”, disse Nascimento.

“É uma satisfação muito grande para os praças e oficiais receber uma homenagem como essa, isso é gratificante e mostra que nosso trabalho tem valor e está sendo observado, obrigado deputado”, declamou o 1º sargento BM Paulo Sergio

O Major PM Joubert Rafael Sacramento comandante da Força Tática de Sinop, destacou a importância da moção de aplauso para os policiais. “ O ato de receber uma moção de aplausos pode parecer um gesto pequeno para alguns, mas para nós representa um motivo a mais para estimular o nosso efetivo a trabalhar ainda mais motivado. Os militares de Sinop merecem essa homenagem, afirmou Sacramento.

Leia mais:   Lei que autoriza porte de arma aos agentes do socioeducativo é sancionada

"Estou com 30 e seis meses no estado de Mato Grosso e nunca vi um deputado homenagear todos os policiais militares, a instituição PM agradece o deputado pela condecoração, muito obrigado de coração. Depositamos nossa confiança no senhor e estaremos cobrando melhorias para a nossa categoria", destacou o Cel PM Valter Luiz Razera comandante do 3º Comando Regional.

Tenente-coronel Kleverson comandante adjunto do 3º Comando Regional cobra mais atenção e reconhecimento do poder público. “Gostaria que o governo do estado e a própria Assembleia reconhecesse mais os nossos policiais e bombeiros militares o dia- a dia de cada um aqui não é fácil, enfrentamos o sol quente e diversas ocorrências, obrigado pelo reconhecimento”, declarou o tenente-coronel.

“Venho acompanhando os trabalhos do deputado e parabenizo pela maneira que tem feito a política na ALMT, considero importante ter um representante da segurança pública no parlamento estadual”, disse o vereador Lindomar Guida.

Em seu discurso, Elizeu Nascimento destacou um dos seus projetos que está em tramitação na ALMT durante seu discurso na sessão especial no município de Sinop. “Desde os meus primeiros dias na Assembleia Legislativa, estou trabalhando diuturnamente na busca por soluções dos problemas que afligem os cidadãos mato-grossenses e a categoria na área da segurança pública. Para isso, eu, e minha assessoria, trabalhamos incansavelmente na elaboração de projetos e indicações para a valorização profissional e melhores condições de trabalho para a classe. Como é o caso do Projeto de Emenda Constitucional nº 10/2019 instituindo que 10% das emendas dos parlamentares sejam direcionados para investimentos na segurança pública de Mato Grosso”, pontuou Elizeu.
 

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana