conecte-se conosco


Destaque

Com nova lei, presos devem pagar R$ 5,52 por dia por tornozeleira eletrônica em MT

Publicado

Tornozeleiras usadas por reeducandos de baixa renda continuarão sendo pagas pelo governo. Atualmente, mais de 3,4 mil pessoas usam o equipamento no estado.

A nova lei sancionada nesta sexta-feira (6) pelo Executivo estabelece que os presos que estão cumprindo pena em regime semiaberto ou em regime domiciliar paguem R$ 5,52 por dia pelo uso da tornozeleira que, atualmente, é paga pelo estado. A lei foi publicada hoje no Diário Oficial do Estado.

No entanto, segundo o governo, as tornozeleiras usadas por reeducandos de baixa renda, beneficiados com a Justiça gratuita, continuarão sendo pagas pelo estado.

Atualmente em Mato Grosso mais de 3,4 mil pessoas estão usando o equipamento, o que gera um custo mensal superior a R$ 570 mil.

O processo está sendo regulamentado para definir o procedimento de cobrança. Ao término do período determinado para o uso da tornozeleira, o reeducando deve devolver o equipamento ao estado.

Caso alguma medida seja descumprida, a central encaminha as informações às autoridades para que sejam tomadas as devidas providências.

Por G1 MT

Comentários Facebook

Destaque

Secretaria de Saúde pede que MPE notifique cidades classificadas como “risco muito alto”

Publicado

Assessoria – GCOM

Como forma de auxiliar a conter o avanço do coronavírus em Mato Grosso, a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) encaminhou ao Ministério Público do Estado (MPE) um pedido para que o órgão notifique os prefeitos das cidades que apresentam risco “muito alto” de contaminação pela Covid-19.

A solicitação – encaminhada às Promotorias de Juína e Cáceres –  enfatiza a importância da execução efetiva das medidas restritivas de prevenção do coronavírus nas cidades, contidas no Decreto n° 222, de 12 de junho de 2020.

O pedido de apoio surgiu após o acompanhamento semanal dos indicadores de classificação de risco dos municípios, que são monitorados pela SES e divulgados sempre às segundas e quintas-feiras. Foram considerados os dados do Boletim Informativo n° 108, divulgado no dia 24 de junho de 2020.

De acordo com o documento, a SES detectou um “crescimento significativo” da taxa de contaminação, com “risco muito alto” de disseminação da Covid-19 em 12 municípios: Cuiabá, Várzea Grande, Rondonópolis, Sorriso, Primavera do Leste, Lucas do Rio Verde, Nova Mutum, Tangará da Serra, Campo Verde, Cáceres, Matupá e Querência, Pedra Petra, Nossa Senhora do Livramento e Porto Esperidião.

Leia mais:   Mato Grosso registra 14.654 casos e 556 óbitos por Covid-19

Para todas essas cidades listadas, recomenda-se “implementação de medidas de distanciamento social mais restritivas (lockdown), nos municípios com ocorrência acelerada de novos casos e com taxa de ocupação dos serviços atingidos níveis críticos”.

Os números negativos, que mostram o crescimento da doença, têm preocupado gestores do Governo do Estado que atuam intensivamente no combate à pandemia da Covid-19. O alto número de infectados tem ocasionado congestionamento nos hospitais da rede estadual. Mesmo com abertura em todo o Estado de dezenas de novos leitos exclusivos para o tratamento da doença, ainda há dificuldades devido ao expressivo crescimento de casos.

Diante da calamidade de saúde provocada pelo coronavírus, a SES busca apoio junto ao MPE, como forma de reforçar – com o auxílio de um órgão de controle – as ações que devem ser adotadas pelos gestores municipais em meio à pandemia.

Comentários Facebook
Continue lendo

Destaque

Unemat e USP oferecem doutorado em Enfermagem Psiquiatras para servidores da Instituição

Publicado

Lygia Lima | Assessoria Unemat

A | A

A Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) e a Universidade de São Paulo (USP) firmaram um convênio para a qualificação profissional de professores e servidores técnicos administrativos da Unemat na área de Enfermagem Psiquiátrica.  As inscrições estão abertas e seguem até o dia 10 de julho pelo site: http://eerp.usp.br/dinter-unemat/

O doutorado institucional será oferecido pela Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, vinculado a Universidade de São Paulo.  As 11 vagas oferecidas neste edital visam atender demanda específica de qualificação de profissionais da Universidade do Estado de Mato Grosso.

O curso de doutorado em Enfermagem Psiquiátrica objetiva preparar pesquisadores enfermeiros e demais profissionais da área de saúde e afins para que desenvolvam estudos da prática, do ensino e da produção e reprodução do conhecimento nas áreas de enfermagem psiquiátrica, saúde mental e ciências humanas articuladas com a saúde além de ter proficiência em língua inglesa no momento da inscrição e formulário de aceite preliminar do provável orientador.

No link do edital é possível conhecer os orientadores e linhas de pesquisa. Para concorrer as vagas disponíveis é preciso ter o título de enfermeiro e demais títulos na área de saúde e afins. A seleção será por análise de projeto, análise do curriculum e arguição oral do projeto de pesquisa, que será feita meio de tecnologias digitais.

Leia mais:   Projeto que visa redução de números de vereadores na Câmara Municipal de Cáceres está em tramitação

O valor da taxa de inscrição é de R$ 200,00 (deverá ser efetuado depósito bancário no Banco do Brasil – Agência: 0028-0, conta corrente no 106.214-X, em nome da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / USP) (CNPJ 63.025.530/0027-43). O comprovante original deverá ser apresentado no ato da inscrição.

Para se inscrever acesse: http://www2.eerp.usp.br/pos/inscricao/

O resultado dos aprovados no doutorado institucional será divulgado em agosto e as matrículas acontecerão  no dia 11/08/2020.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana