conecte-se conosco


Estadual

Com aulas remotas aumenta o estresse e ansiedade dos profissionais da educação

Publicado

Inúmeras mensagens trocadas pelas redes sociais entre profissionais da educação e dirigentes do Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep/MT), revelam as angustias dos docentes diante do modelo de trabalho remoto proposto tanto nas redes municipais como no governo estadual. Às vésperas da retomada das aulas na rede estadual, em 3 de agosto, o projeto apresentado revela incertezas, promove inseguranças e amplia a exclusão ao direito da educação.

Nos relatos registrados pelos educadores nas redes sociais destacam-se o desespero dos profissionais frente a demanda exigida pelas aulas remotas e a percepção de que o resultado já nasce comprometido. São inúmeras as queixas, do excesso de trabalho para além da jornada à dedicação sete dias por semana para atender todas as exigências que o modelo virtual e a ausência de assistência do governo, cobram para funcionar.

“Além de estudar a plataforma, vamos iniciar as atividades como meros transmissores, já que a aula não foi preparada por mim. Outro desafio é o uso dos equipamentos pessoais, nem sempre com potencial que Sistema exige. Nós bancamos a internet. Não podemos fazer esse serviço na escola porque as escolas não têm computador e nem internet de qualidade, enfim, o ambiente não é adequado, podendo assim aumentar a proliferação da doença.”, destaca a professora e primeira secretária do Sintep/MT, Sidinei Oliveira Cardoso.

Leia mais:   Feminicídios aumentam 68% nos primeiros seis meses de 2020 em MT

A secretária adjunta do Sintep/MT, Maria Luiza Zanirato, pedagoga, com atuação na rede municipal, na Capital, relata que vários questionamentos estão sendo apresentado pelos professores, e não apenas sobre as aulas remotas, mas também sobre a exclusão com os estudantes sem acesso às tecnologias. Segundo a professora, imprimir o material didático e distribuir não atende as necessidades educativas desses estudantes que, sem apoio dos profissionais retomarão as atividades presenciais com mais dificuldades do que aquelas que tinham antes da pandemia.

Na rede municipal de Cuiabá as aulas começaram em fevereiro, com o fechamento das escolas, a orientação foi fazer atividades remotas, por celular ou por computador, ou ainda reproduzindo materiais fotocopiados, para continuar o calendário de 2020. “O que temos constatado com essa experiência foram as dificuldades dos familiares acompanharem seus filhos, a sobrecarga de trabalho dos docentes e da equipe gestora, e a maioria dos estudantes dispersos e sem disciplina para estudar. Sei que existem avaliações desses alunos em curso, mas desconheço os resultados. Isso não é divulgado”, relata.

Leia mais:   Defensoria Pública celebra 14 anos da Lei Maria da Penha combatendo aumento da violência contra a mulher em MT

Para o presidente do Sintep/MT, Valdeir Pereira, há falta de políticas públicas que atendam a esses estudantes e profissionais, como parceria com operadoras de telefonia para assegurar a internet, ou bônus de créditos, já que muitos estudantes apesar do celular, não possuem conectividade para acesso às aulas on-line. Além disso, faltou a elaboração de um projeto de atendimento aos estudantes carentes, com metodologias inclusivas e interativas. O objetivo é cumprir o calendário escolar, mesmo que a aprendizagem e a formação não sejam priorizadas”, conclui.

Assessoria/Sintep-MT

Comentários Facebook

Estadual

Governador decreta luto de 3 dias pela morte de Casaldáliga

Publicado

O governo de Mato Grosso, por meio de nota, lamentou a morte do bispo emérito da Prelazia de São Félix do Araguaia, Dom Pedro Casaldáliga, aos 92 anos, ocorrida na manhã deste sábado (8), no interior do Estado de São Paulo.

Segundo a Secretaria de Comunicação do Estado, o governador Mauro Mendes (DEM) vai decretar luto de 3 dias pela morte da liderança católica.

“Ele foi um exemplo para todos na luta pelos direitos humanos e contra as injustiças sociais. É uma grande perda para o mundo e seu legado e ensinamentos deverão continuar a ser seguidos por todos”, declarou o governador.

O bispo nasceu na Espanha e mudou-se para São Félix do Araguaia em 1968, onde fundou a missão claretiana no Brasil.

D. Ele estava internado em Mato Grosso há mais de uma semana e foi transferido para Batatais (SP) na terça-feira (4).

GD

Comentários Facebook
Leia mais:   Três pessoas morreram afogadas em rios de MT neste fim de semana
Continue lendo

Estadual

Procon-MT alerta sobre medidas de proteção durante compras para o Dia do Pais

Publicado

Preocupado com o avanço do coronavírus, o Procon Estadual orienta os consumidores sobre cuidados que se deve ter ao realizar compras neste final de semana, por ocasião do Dia dos Pais, comemorado no próximo domingo, 09 de agosto.//

De acordo com o órgão, com o atual cenário de pandemia, a principal orientação é a manutenção das práticas de segurança para evitar disseminação do vírus, e com isso, garantir que a data seja comemorada sem riscos para a saúde.//

Com a proximidade do Dia dos Pais, é comum o aumento de fluxo no comércio de rua e também centros comerciais e shoppings centers, por isso, as medidas básicas de proteção não podem ser esquecidas./ O distanciamento social, uso de máscara, higienização constante das mãos e limpeza correta de utensílios e outros equipamentos, são fundamentais para se proteger contra o vírus.//

O Procon alerta também em relação as cuidados com as compras pela internet./ Um detalhe importante para evitar golpes e prejuízos é verificar se constam no site do vender  número do CNPJ – Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica, endereço físico e canais de troca de mercadoria e atendimento.//

Leia mais:   Mato Grosso é apontado como exemplo para o país no mapeamento e combate ao desmatamento ilegal

Ao efetuar a compra, imprima ou salve em seu computador a página do site com os dados e, antes de enviar informações pessoais e do cartão de crédito, observe se a conexão é segura./ Para saber mais e ver outras informações, acesse: www.procon.mt.gov.br .//

Por Jota Passarinho / Beatriz dos Passos

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana