conecte-se conosco


Destaque

Com 65 vagas abertas, apenas quatro profissionais do Mais Médicos se apresentam em MT

Publicado

O prazo para o preenchimento das vagas e apresentação dos documentos terminou na quinta-feira

Em Mato Grosso, apenas quatro médicos do Programa Mais Médicos se apresentaram nos municípios de Canarana, Nortelândia, Tangará da Serra e Pontes e Lacerda até essa quarta-feira (9), segundo a Coordenadora da Comissão de Coordenação Estadual do Programa Mais médicos (CCEPMM-MT), Regina Paula de Oliveira. O prazo para o preenchimento das vagas e apresentação dos documentos termina nesta quinta-feira (10).

O médico que se apresentou em Pontes e Lacerda ainda não começou a trabalhar. Os outros três já iniciaram os trabalhos.

De acordo com Regina, ao todo foram disponibilizadas 65 vagas. Dessas, apenas 24 tiveram adesão, mas apenas 4 profissionais se apresentaram para trabalhar.

Outras 41 vagas ainda estão disponéveis nos municípios de Alto Boa Vista, Apiacás, Bom Jesus do Araguaia, Luciara, Nova Maringá, Nova monte Verde, Novo Santo Antônio, Peixoto de Azevedo, Reserva do Cabaçal, São José do Xingu, Cotriguaçu, 3 vagas para Colniza, 5 vagas para o DSEI de Araguaia, 5 vagas para o DSEI de Cuiabá, 4 para o DSEI de Caiapó, 8 vagas para o DSEI de Xavante, 4 para o DSEI Xingu.

As vagas que não forem preenchidas até esta quinta-feira e as vagas dos médicos inscritos que não se apresentarem até este prazo, serão disponibilizadas novamente nos dias 23 e 24 deste mês para que médicos brasileiros formados no exterior possam se inscrever.

Caso as vagas não forem preenchidas novamente, o sistema deve ficar disponível novamente nos dias 30 e 31 deste mês para que médicos estrangeiros se inscrevam no programa.

Por G1 MT

Comentários Facebook

Destaque

EDUCAÇÃO Dr. Leonardo consegue desbloqueio de recurso federais para transporte escolar em Cáceres

Publicado

O deputado federal Dr. Leonardo (Solidariedade-MT) realizou a interlocução junto ao Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação (FNDE) para desbloquear os recursos do Programa Nacional de Apoio ao Transporte do Escolar (PNATE), nesta quarta-feira (20). O município estava impossibilitado de receber recursos da União em decorrência de pendência em um convênio de 2015.

“Assim que recebi essa demanda do município de Cáceres, eu e minha equipe trabalhamos juntos para resolver o problema. Sou um soldado do meu município e de todo Mato Grosso. A falta de recursos para o transporte escolar afeta principalmente os alunos que mais dependem do poder público, aqueles que moram na zona rural e precisam percorrer longas distância para estudar. Resolver isso foi uma questão de prioridade”, afirmou Dr. Leonardo.

A secretária municipal de Educação de Cáceres, a vice-prefeita Eliene Liberato, reuniu documentos necessários para sanar o problema na prestação de contas do convênio de 2015 e solicitou a interlocução do parlamentar para conseguir dar agilidade ao processo.

“Sem a gestão de um deputado federal fica muito difícil conseguir a velocidade necessária para essas situações. O transporte escolar é muito caro para o município e ficar sem esses recursos compromete todos investimentos na educação de Cáceres. Por isso, a participação do Dr. Leonardo foi fundamental”, disse a secretária Eliene Liberato.

Leia mais:   Projeto Bichos do Pantanal promove atividades para comemorar dias mundiais da Água e das Florestas

No próximo mês, Cáceres deverá receber o acumulado de janeiro, fevereiro e março. Esses recursos são usados para pagar a frota de ônibus terceirizada, que custa R$ 7 milhões ao ano para o município. Para reduzir esse custo, Eliene já aproveitou o apoio de Dr. Leonardo para solicitar recursos para a aquisição de ônibus para transporte escolar através do PNATE.

Também foram solicitados recursos para reformar as unidades escolaresas 37 unidades escolares municipais de Cáceres, entre creches e escolas do ensino fundamental. Ao todo, 9 mil alunos são atendidos pelo município.

Assessoria

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Grupo Juba é parceiro da educação no projeto de climatização das escolas municipais

Publicado

O Grupo Juba, composto por empresas de responsabilidade social, de forma voluntária, adota posturas, comportamentos e ações que promovem  de alguma  forma o  bem-estar dos seus colaboradores, fornecedores, clientes e comunidades onde se instala.

Em Cáceres diversos projetos, programas e ações têm  aproximado cada vez mais o Juba da população da cidade. A  última foi o engajamento do Juba Supermercados e do Atacado Pantanal na campanha promovida pela prefeitura, através da Secretaria Municipal de Educação, e realização do Rotary Club, que visa  através de um Festival de Prêmios, climatizar as escolas da Rede Municipal.

O diretor financeiro do Grupo Juba, Marcelo Ribeiro, confidencia que quando foi procurado pelo prefeito Francis Maris e pela vice-prefeita e secretária municipal de educação, Eliene  Liberato Dias se sensibilizou com a causa e resolveu ser um parceiro desta ação.

Marcelo conta que patrocinou a confecção das cartelas que totalizaram  R$  6 mil  e ainda adquiriu 1500 cartelas ao valor de 10 reais cada uma, totalizando R$ 15 mil reais.

“Como empresa cidadã, estamos fazendo nossa  parte, são 21 mil reais investidos  na educação. Um município e as pessoas que vivem nele, só se desenvolvem se houver investimento na educação. Em um município tão quente climatizar as escolas é contribuir com um melhor aprendizado dos alunos”, avalia o Ribeiro.

Leia mais:   Projeto Bichos do Pantanal promove atividades para comemorar dias mundiais da Água e das Florestas

Já o diretor administro do Grupo Juba, Mirko Ribeiro, observa que as cartelas adquiridas nesta parceria serão destinadas aos clientes que fizerem suas compras nas lojas do Juba Supermercados Centro, e da Padre Cassimiro (Jubão). Mirko informa que no Atacado Pantanal 500 cartelas já foram distribuídas.

Segundo ele foi estabelecido o critério de que em compras acima de cem reais o cliente tem direito a uma cartela para concorrer a duas motos Bis 125 CC, em sorteio que será realizado no dia 30 de março. “Foi uma forma que achamos de colaborar com a educação municipal e ainda brindar nossos clientes oportunizando a eles concorrerem a duas motos”, ressalta Mirko.

Para a secretária de Educação Eliene Liberato, a iniciativa do Grupo Juba é louvável e vai contribuir muito com o projeto de instalação de aparelhos de ar condicionado nas escolas municipais.

Ela destacou a participação do Juba Supermercados e do Atacado Pantanal e fez questão de agradecer  os diretores do Grupo. “Qualquer investimento na educação traz um retorno imensurável, muito obrigado Marcelo e Mirko por esta parceria e por apoiarem a educação municipal”, finalizou Eliene.

Leia mais:   Blitz da Lei Seca prende sete por embriaguez e apreende 22 veículos em Cáceres

Assessoria – Esdras Crepaldi

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana