conecte-se conosco


Política

Com 19 equipes e novidades no regulamento, LNF chega à 21ª edição

Publicado

Minas e Assoeva abrem competição, que terá a volta dos pênaltis no mata-mata e o craque Falcão tentando o 10º título, depois de ter ficado fora da final do ano passado

Maior campeonato de futsal do país, a LNF (Liga Nacional de Futsal) inicia a sua 21ª edição nesta quinta-feira, quando Minas e Assoeva fazem o jogo único do dia às 20h, na Arena Minas, em Belo Horizonte. A partida abre a rodada, que terá ainda seis jogos na sexta, um no sábado e outro na segunda, com destaque para o clássico Jaraguá x Carlos Barbosa, com transmissão ao vivo do SporTV a partir das 21h30 desta sexta.

Final liga naciona de futsal: carlos barbosa (Foto: RICARDO ARTIFON)Carlos Barbosa é o atual campeão da LNF (Foto: Ricardo Artifon)

Por conta da desistência do São Paulo, que alegou problemas financeiros para disputar a edição deste ano, a LNF 2016 terá a participação de 19 equipes, incluindo o novato Marreco Futsal, de Francisco Beltrão-PR, que estreia em casa contra o Cascavel nesta sexta. Este ano o campeonato terá cinco fases, com os times jogando todos contra todos em turno único na etapa inicial. Os 16 melhores avançam ao mata-mata, sem a disputa da tradicional fase de grupos.

A grande mudança da temporada fica por conta do método de desempate nas fases eliminatórias, feito através das penalidades máximas, abolidas desde 2011. Até o ano passado, valia o índice técnico geral (ITG), que, desta vez, servirá apenas para traçar os confrontos nas quartas, semifinais e finais – o líder enfrenta o time de pior campanha e assim sucessivamente.

Dentre os 19 participantes da LNF 2016, apenas Carlos Barbosa, Jaraguá, Orlândia e Sorocaba já foram campeões. Antes patrocinado por uma marca de bebidas, o time sorocabano terá uniforme novo para a temporada, uma vez que mudou de parceiro. Outro time que vem repaginado para 2016 é o Joinville, que abandonou o seu tradicional azul, vermelho e branco e passará a usar a camisa do Joinville Esporte Clube, uma vez que as duas equipes firmaram parceria no fim do ano passado.

Leia mais:   Prefeito que não cumprir vacinação será responsabilizado, garante Mendes
Simi, pivô do Sorocaba (Foto: Emilio Botta)Falcão terá a companhia de Simi no Sorocaba: camisa 12 tenta o 10º título pessoal da LNF (Foto: Emilio Botta)

O Corinthians será o único “clube de camisa” da LNF 2016. Ainda em busca do primeiro titulo, o Timão tentar superar um incômodo tabu, uma vez que foi eliminado nas semifinais das últimas seis edições do campeonato. Assim como em 2012, 2013 e 2014, o algoz de 2015 foi o Orlândia, que ficou com o vice-campeonato ao perder para o Carlos Barbosa na final.

O outro semifinalista do ano passado foi o Sorocaba, do craque Falcão. Recordista de títulos da LNF com nove canecos (1999, 2005, 2007, 2008, 2010, 2011, 2012, 2013 e 2014), o camisa 12 ficou de fora da semifinal pela primeira vez desde 2004. Para este ano, o Sorocaba vem com novidades. Saíram o ala Xuxa e o pivô Betão. Chegaram os pivôs Diego, ex-Jaraguá, e Simi, ex- Corinthians.

O Timão também passou por uma grande reformulação. Com um investimento menor em relação aos anos anteriores, o Alvinegro aposta na boa fase do goleiro Guitta, da seleção brasileira, e na experiência dos veteranos Índio e Vander Carioca, contratados para esta temporada. Da equipe do ano passado, saíram jogadores de nome, como o fixo Neto, e o ala Valdin, que jogará a LNF 2016 pela Assoeva.

Corinthians Orlândia Liga Paulista de futsal (Foto: Divulgação/Corinthians)Corinthians será o único “clube de camisa” na Liga Nacional de Futsal deste ano (Foto: Divulgação/Corinthians)

Outros jogadores de seleção brasileira que estarão em ação na LNF deste ano são: Gadeia, Gian, Cabreúva e Jackson (Orlândia), Dudu, Leco e Xuxa (Joinville), Dimas (Concórdia), Franklin (Jaraguá), Thiaguinho (Assoeva), Ciço (MInas), Zico, Murilo e Pito (Carlos Barbosa). Este último está de saída para o futsal espanhol após brilhar com a camisa da equipe laranja no ano passado.

Com cinco títulos, o Carlos Barbosa é o maior campeão da LNF, seguido pelo Jaraguá, com quatro, e o Ulbra, com três. Atlético-MG e Orlândia somam dois troféus cada. Internacional, Vasco, Santos e Sorocaba foram campeões uma vez. Confira o histórico da Liga Nacional de Futsal:

Leia mais:   Avaliação positiva de Bolsonaro cai 6 pontos percentuais, diz pesquisa

1996 – Campeão: Internacional; vice: Vasco-RS
1997 – Campeão: Atlético-MG; vice: Ulbra
1998 – Campeão: Ulbra; vice: Carlos Barbosa
1999 – Campeão: Atlético-MG; vice: Rio Miécimo
2000 – Campeão: Vasco; vice: Atlético-MG
2001 – Campeão: Carlos Barbosa; vice: Ulbra
2002 – Campeão: Ulbra; vice: Minas
2003 – Campeão: Ulbra; vice: Carlos Barbosa
2004 – Campeão: Carlos Barbosa; vice: Ulbra
2005 – Campeão: Jaraguá; vice: Atlântico Erechim
2006 – Campeão: Carlos Barbosa; vice: Jaraguá
2007 – Campeão: Jaraguá; vice: Joinville
2008 – Campeão: Jaraguá; vice: Ulbra
2009 – Campeão: Carlos Barbosa; vice: Jaraguá
2010 – Campeão: Jaraguá; vice: Marechal Rondon
2011 – Campeão: Santos; vice: Carlos Barbosa
2012 – Campeão: Orlândia; vice: Joinville
2013 – Campeão: Orlândia; vice: Concórdia
2014 – Campeão: Sorocaba; vice: Orlândia
2015 – Campeão: Carlos Barbosa; vice: Orlândia

jogos da primeira rodada da lnf 2016

14/04 (qui) – 20h – Belo Horizonte – Minas x Assoeva
15/04 (sex) – 21h30 – Jaraguá do Sul (SC) – Jaraguá x Carlos Barbosa (com SporTV)
15/04 (sex) – 20h15 – São José dos Campos (SP) – São José x Floripa
15/04 (sex) – 20h15 – Francisco Beltrão (PR) – Marreco x Cascavel
15/04 (sex) – 20h15 – Concórdia (SC) – Concórdia x Umuarama
15/04 (sex) – 20h15 – Joinville (SC) – Joinville x Guarapuava
15/04 (sex) – 20h15 – Tubarão (SC) – Tubarão x Corinthians
16/04 (sáb) – 20h – Erechim (RS) – Atlântico Erechim x Alaf
18/04 (seg) – 19h15 – Marechal C. Rondon (PR) – Marechal Rondon x Sorocaba (com SporTV)

Comentários Facebook

Destaque

Rede pede que Pazuello seja afastado do Ministério por ‘equívocos de logística’

Publicado

Assessoria GD

A Rede Sustentabilidade entregou na última quarta (20) ao Supremo Tribunal Federal (STF) um pedido de afastamento imediato de Eduardo Pazuello da pasta da Saúde. O documento argumenta que o ministro cometeu ‘diversos equívocos, incluídos os de logística, na condução das atividades ministeriais durante a pandemia do Coronavírus‘.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) justificou à época de sua nomeação ao cargo devido à experiência de Pazuello em estratégia de logística. No entanto, há sete meses à frente da pasta, o ministro cometeu erros considerados graves por especialistas da saúde como o represamento de testes, a lentidão no processo de compra e distribuição de vacinas e, nos últimos dias, o desabastecimento de cilindros de oxigênio no Estado do Amazonas.

O partido também solicitou que o governo federal construa um planejamento de distribuição de oxigênio para as unidades de atendimento médico do País, tendo como foco o Amazonas, que vive um colapso relacionado ao desabastecimento do insumo. Sustenta-se no pedido que sejam enviados cilindros de oxigênio aos estados do Norte, que por ventura tenham perspectiva de escassez do item de atendimento de saúde nos próximos 30 dias. A Rede exige que o planejamento seja apresentado em 24h e solicita que sejam expostas a real situação dos estoques de oxigênio no País. A petição já foi encaminhada para o ministro Ricardo Lewandowski e o STF já acusou o seu recebimento.

Leia mais:   Prefeito que não cumprir vacinação será responsabilizado, garante Mendes

A legenda compara o atual colapso no atendimento aos pacientes com covid-19 no Amazonas à ‘tortura e ao tratamento desumano e degradante‘. Ela sustenta que a inação observada na gestão da crise de saúde é inconstitucional e desrespeita os Direitos Humanos. ‘Não há questões logísticas ou dificuldades operacionais que justifiquem essa omissão das autoridades, principalmente federais, que sabiam da iminente falta de oxigênio, mas nada fizeram‘.

Neste mês de janeiro, o partido já havia entrado com outra petição que requeria da Anvisa a aprovação do uso emergencial da CoronaVac no País. O partido também pressionou o governo acerca da disponibilidade de seringa e agulhas para a campanha de vacinação e solicitou no STF, que fossem informadas qual era o tamanho da reserva desses materiais no SUS.

Comentários Facebook
Continue lendo

Destaque

Governador pede auxílio do Ibrachina para adquirir 1 milhão de doses de vacinas a MT

Publicado

Secom – MT

O governador Mauro Mendes pediu auxílio do Instituto Sociocultural Brasil China (Ibrachina) para que o Governo de Mato Grosso consiga adquirir 1 milhão de doses de vacinas produzidas por indústrias chinesas.

A solicitação foi feita na manhã da última quarta-feira (20.01), durante assinatura do Protocolo de Intenções entre o Governo do Estado e o instituto, que visa fortalecer a promoção comercial, atração de investimentos e fomento de iniciativas nas áreas de desenvolvimento econômico, educação, cultura, ciência, tecnologia e inovação de Mato Grosso com a China.

Mauro Mendes relatou que tem tentado adquirir 1 milhão de doses das vacinas diretamente das indústrias farmacêuticas Sinovac (que produz a Coronavac junto ao Butantan) e Sinopharm (cuja vacina está sendo usada na China).

O pedido foi feito em razão de o Estado depender do Governo Federal para imunizar a população e ainda não há data definida para o envio da segunda remessa das vacinas. A intenção é vacinar o maior número de mato-grossenses o quanto antes, aplicando vacinas aprovadas pelos órgãos sanitários.

“Então peço que essa parceria já possa se iniciar com a ajuda para intermediar a compra dessas vacinas tão importantes para Mato Grosso, que é um grande fornecedor de alimentos para a China”, afirmou o governador, durante o evento.

Leia mais:   Vereadores pedem que Executivo amplie quadro de funcionários na central de Covid-19 e apresente plano de aplicação dos R$5,5 milhões do caixa da Saúde

O governador afirmou que já fez o pedido formal às duas empresas na última semana. Mauro Mendes também tentou obter imunizantes da Pfizer, mas a farmacêutica respondeu que só negocia as vacinas diretamente com governos federais.

“Estamos aguardando essa resposta, estamos insistindo e usando todos os canais possíveis. Já temos o dinheiro reservado e só precisamos de um sinal positivo para fazer essa compra”, explicou.

O diretor presidente do Ibrachina, Thomas Law, afirmou que a solicitação do governador já está “na lista de prioridades”.

“Há 11 anos Mato Grosso é o maior parceiro comercial da China e a nossa intenção é aprimorar essas relações culturais, educacionais e comerciais. Então pode ter certeza que iremos fazer o melhor papel possível para aprimorar essas relações. Obviamente que esse pedido seu está na nossa lista de prioridades em relação aos insumos e também das vacinas. Esse marco legal será comunicado à Embaixada da China e a todos os consulados chineses”, respondeu Law.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana