conecte-se conosco


Política

Com 19 equipes e novidades no regulamento, LNF chega à 21ª edição

Publicado

Minas e Assoeva abrem competição, que terá a volta dos pênaltis no mata-mata e o craque Falcão tentando o 10º título, depois de ter ficado fora da final do ano passado

Maior campeonato de futsal do país, a LNF (Liga Nacional de Futsal) inicia a sua 21ª edição nesta quinta-feira, quando Minas e Assoeva fazem o jogo único do dia às 20h, na Arena Minas, em Belo Horizonte. A partida abre a rodada, que terá ainda seis jogos na sexta, um no sábado e outro na segunda, com destaque para o clássico Jaraguá x Carlos Barbosa, com transmissão ao vivo do SporTV a partir das 21h30 desta sexta.

Final liga naciona de futsal: carlos barbosa (Foto: RICARDO ARTIFON)Carlos Barbosa é o atual campeão da LNF (Foto: Ricardo Artifon)

Por conta da desistência do São Paulo, que alegou problemas financeiros para disputar a edição deste ano, a LNF 2016 terá a participação de 19 equipes, incluindo o novato Marreco Futsal, de Francisco Beltrão-PR, que estreia em casa contra o Cascavel nesta sexta. Este ano o campeonato terá cinco fases, com os times jogando todos contra todos em turno único na etapa inicial. Os 16 melhores avançam ao mata-mata, sem a disputa da tradicional fase de grupos.

A grande mudança da temporada fica por conta do método de desempate nas fases eliminatórias, feito através das penalidades máximas, abolidas desde 2011. Até o ano passado, valia o índice técnico geral (ITG), que, desta vez, servirá apenas para traçar os confrontos nas quartas, semifinais e finais – o líder enfrenta o time de pior campanha e assim sucessivamente.

Dentre os 19 participantes da LNF 2016, apenas Carlos Barbosa, Jaraguá, Orlândia e Sorocaba já foram campeões. Antes patrocinado por uma marca de bebidas, o time sorocabano terá uniforme novo para a temporada, uma vez que mudou de parceiro. Outro time que vem repaginado para 2016 é o Joinville, que abandonou o seu tradicional azul, vermelho e branco e passará a usar a camisa do Joinville Esporte Clube, uma vez que as duas equipes firmaram parceria no fim do ano passado.

Leia mais:   Call centers oferecerão chamada de vídeo para pessoas surdas
Simi, pivô do Sorocaba (Foto: Emilio Botta)Falcão terá a companhia de Simi no Sorocaba: camisa 12 tenta o 10º título pessoal da LNF (Foto: Emilio Botta)

O Corinthians será o único “clube de camisa” da LNF 2016. Ainda em busca do primeiro titulo, o Timão tentar superar um incômodo tabu, uma vez que foi eliminado nas semifinais das últimas seis edições do campeonato. Assim como em 2012, 2013 e 2014, o algoz de 2015 foi o Orlândia, que ficou com o vice-campeonato ao perder para o Carlos Barbosa na final.

O outro semifinalista do ano passado foi o Sorocaba, do craque Falcão. Recordista de títulos da LNF com nove canecos (1999, 2005, 2007, 2008, 2010, 2011, 2012, 2013 e 2014), o camisa 12 ficou de fora da semifinal pela primeira vez desde 2004. Para este ano, o Sorocaba vem com novidades. Saíram o ala Xuxa e o pivô Betão. Chegaram os pivôs Diego, ex-Jaraguá, e Simi, ex- Corinthians.

O Timão também passou por uma grande reformulação. Com um investimento menor em relação aos anos anteriores, o Alvinegro aposta na boa fase do goleiro Guitta, da seleção brasileira, e na experiência dos veteranos Índio e Vander Carioca, contratados para esta temporada. Da equipe do ano passado, saíram jogadores de nome, como o fixo Neto, e o ala Valdin, que jogará a LNF 2016 pela Assoeva.

Corinthians Orlândia Liga Paulista de futsal (Foto: Divulgação/Corinthians)Corinthians será o único “clube de camisa” na Liga Nacional de Futsal deste ano (Foto: Divulgação/Corinthians)

Outros jogadores de seleção brasileira que estarão em ação na LNF deste ano são: Gadeia, Gian, Cabreúva e Jackson (Orlândia), Dudu, Leco e Xuxa (Joinville), Dimas (Concórdia), Franklin (Jaraguá), Thiaguinho (Assoeva), Ciço (MInas), Zico, Murilo e Pito (Carlos Barbosa). Este último está de saída para o futsal espanhol após brilhar com a camisa da equipe laranja no ano passado.

Com cinco títulos, o Carlos Barbosa é o maior campeão da LNF, seguido pelo Jaraguá, com quatro, e o Ulbra, com três. Atlético-MG e Orlândia somam dois troféus cada. Internacional, Vasco, Santos e Sorocaba foram campeões uma vez. Confira o histórico da Liga Nacional de Futsal:

Leia mais:   Especialistas destacam que passaporte sanitário vai contra liberdades individuais

1996 – Campeão: Internacional; vice: Vasco-RS
1997 – Campeão: Atlético-MG; vice: Ulbra
1998 – Campeão: Ulbra; vice: Carlos Barbosa
1999 – Campeão: Atlético-MG; vice: Rio Miécimo
2000 – Campeão: Vasco; vice: Atlético-MG
2001 – Campeão: Carlos Barbosa; vice: Ulbra
2002 – Campeão: Ulbra; vice: Minas
2003 – Campeão: Ulbra; vice: Carlos Barbosa
2004 – Campeão: Carlos Barbosa; vice: Ulbra
2005 – Campeão: Jaraguá; vice: Atlântico Erechim
2006 – Campeão: Carlos Barbosa; vice: Jaraguá
2007 – Campeão: Jaraguá; vice: Joinville
2008 – Campeão: Jaraguá; vice: Ulbra
2009 – Campeão: Carlos Barbosa; vice: Jaraguá
2010 – Campeão: Jaraguá; vice: Marechal Rondon
2011 – Campeão: Santos; vice: Carlos Barbosa
2012 – Campeão: Orlândia; vice: Joinville
2013 – Campeão: Orlândia; vice: Concórdia
2014 – Campeão: Sorocaba; vice: Orlândia
2015 – Campeão: Carlos Barbosa; vice: Orlândia

jogos da primeira rodada da lnf 2016

14/04 (qui) – 20h – Belo Horizonte – Minas x Assoeva
15/04 (sex) – 21h30 – Jaraguá do Sul (SC) – Jaraguá x Carlos Barbosa (com SporTV)
15/04 (sex) – 20h15 – São José dos Campos (SP) – São José x Floripa
15/04 (sex) – 20h15 – Francisco Beltrão (PR) – Marreco x Cascavel
15/04 (sex) – 20h15 – Concórdia (SC) – Concórdia x Umuarama
15/04 (sex) – 20h15 – Joinville (SC) – Joinville x Guarapuava
15/04 (sex) – 20h15 – Tubarão (SC) – Tubarão x Corinthians
16/04 (sáb) – 20h – Erechim (RS) – Atlântico Erechim x Alaf
18/04 (seg) – 19h15 – Marechal C. Rondon (PR) – Marechal Rondon x Sorocaba (com SporTV)

Comentários Facebook

Política

Lúdio Cabral requer explicações do governador sobre dinheiro público gasto em festa no Salto das Nuvens, em Tangará da Serra

Publicado


Foto: Marcos Lopes

O deputado estadual Lúdio Cabral (PT) requereu ao governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM), e ao secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, César Miranda, informações e documentos sobre o apoio do governo estadual e o dinheiro público gasto na festa realizada na cachoeira Salto das Nuvens, em Tangará da Serra, na sexta-feira passada (15), no chamado “1º Encontro de Líderes e Empreendedores do Brasil”.

“Não haveria problema em realizar um seminário ou mesa-redonda para apresentar e debater o potencial de Mato Grosso para desenvolvimento econômico. Mas a informação que temos, de pessoas que estiveram no evento, é que o palestrante falou apenas 20 minutos, e o restante do tempo foi apenas festa. Uma festa milionária, um banquete regado a uísque, com show de cantores nacionais. A festa tem a marca do governo de Mato Grosso entre os apoiadores. O governo colocou dinheiro público nesse evento? Quanto de dinheiro público foi gasto com essa festa? São perguntas que fizemos no requerimento”, disse Lúdio.

Leia mais:   Especialistas destacam que passaporte sanitário vai contra liberdades individuais

No requerimento aprovado na sessão de quarta-feira (20), Lúdio Cabral busca ter acesso às planilhas detalhadas dos gastos feitos pelo governo estadual, além das cópias dos processos de contratos, convênios, ou termos assinados pelo governo, e detalhamento das ações do governo e do dinheiro público gasto para realizar o evento na cachoeira Salto das Nuvens.

“Mato Grosso tem 3,5 milhões de habitantes, dos quais 2 milhões estão inscritos no Cadastro Único da Assistência Social, em situação de insegurança alimentar, e 500 mil pessoas abaixo da linha de pobreza, passando fome. Não tem lógica o governo estadual gastar dinheiro com uma festa como essa. É um desrespeito com a população de Mato Grosso, que ainda sofre com a pandemia de covid-19. O estado com a pior gestão do país na pandemia, a maior taxa de mortalidade, quase 14 mil famílias em luto por conta da covid-19, e o governador fazendo uma festa milionária como essa?”, destacou Lúdio.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

Política

Vereadores criam frente parlamentar e pedem apoio de Botelho para investimentos

Publicado


Foto: MAURICIO BARBANT / ALMT

Municípios da região oeste deverão receber mais investimentos. É o que pretende os vereadores ao criarem a Frente Parlamentar da Região Oeste, composta por representantes de Comodoro, Sapezal, Campos de Júlio, Brasnorte, Conquista D’Oeste e Nova Lacerda. Nesta quinta-feira (21), a comitiva foi recebida pelo deputado Eduardo Botelho (DEM), na Primeira Secretaria, oportunidade em que solicitaram o intermédio do parlamentar estadual junto ao governo para ações que fomentem a agricultura familiar e regularização fundiária. Esses setores são amplamente defendidos por Botelho, que é presidente a Comissão de Agropecuária, Desenvolvimento Florestal e Agrário e Regularização Fundiária na Assembleia Legislativa.  

A vereadora Gleyscler Belussi (Podemos), presidente da Câmara Municipal de Comodoro, explicou que o apoio do deputado será fundamental para fortalecer o movimento e assegurar investimentos.  

“Queremos unir forças para sermos atendidos. Temos uma grande extensão da economia regional voltada à agricultura familiar. Vemos a dificuldade do poder público em atender as necessidades dessa categoria e a dificuldade de o governo do estado em fazer alguns programas chegarem à ponta. Não temos equipe técnica preparada para dar suporte aos nossos agricultores e, com isso, estamos vendo a agricultura familiar ser extinta, porque os grandes produtores compram as terras dos pequenos e vão transformando em grandes lavouras. Com isso, a dificuldade de alimento básico para chegar à mesa dos pequenos tem sido uma demanda muito grande, alguns já não têm mais agricultura familiar. Queremos provocar o poder público para dar o suporte necessário ao setor”, alertou a vereadora.

Leia mais:   Call centers oferecerão chamada de vídeo para pessoas surdas

Para os integrantes da Frente Parlamentar da Região Oeste, a partir de agora, com o apoio, poderá acelerar a regularização fundiária também. “Botelho abriu as portas para que nossos municípios tenham acesso e possam regularizar as terras dos nossos agricultores rurais. Sabemos que com o título poderão fazer negócios em bancos, Pronaf e outras linhas de crédito, podendo investir nas suas propriedades, com isso o município ganha também”, acrescentou Belussi.  

Também agradeceu a receptividade o vereador Júlio Enoque Alencar, presidente da Câmara de Campos de Júlio (PSB). “Falamos sobre as demandas que temos. O deputado tem feito grande trabalho e viemos buscar esse apoio, pois precisamos melhorar a agricultura familiar. São pessoas que têm pequenas áreas, podem produzir mandioca, abacaxi na região que produz suínos e bovinos”.

“Falamos sobre agricultura familiar, obras no município e deixamos as portas abertas para atender essa frente parlamentar. Estamos fazendo um trabalho de regularização fundiária muito grande com o Intermat e o Incra. A comissão de agropecuária tem atuado muito para que avance essa regularização fundiária, com a previsão de entregarmos mais de 20 mil títulos definitivos até o final deste ano. E os vereadores nos solicitaram esse trabalho na região. Então, já vamos fazer uma reunião com técnicos para darmos seguimento e levantar essa questão na região”, garantiu Botelho.  

Leia mais:   Câncer de mama afeta mulheres jovens

Também participaram os vereadores de Campos de Júlio, Lisiane Mendes, Valdeir Von Stin (Republicano); Alex dos Santos Araújo (PSC) e Antoninho Vanderlei Câmera (PDT), de  Comodoro.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana