conecte-se conosco


Brasileirão Série A

Chances perdidas custam resultado à Ponte, mas apontam caminho; análise

Publicado

 

Perder para o Santos na Vila Belmiro é algo normal para qualquer um. O que não é normal é ter a chance de ganhar do Santos na Vila Belmiro. A Ponte Preta cruzou essa linha tênue no último sábado. Apesar das grandes oportunidades que criou no segundo tempo, a Macaca não teve a qualidade para complicar a partida na hora que poderia. Por isso perdeu. Por isso também, tem que usar o desempenho em um jogo complicado para subir de nível na temporada.

LEIA MAIS: Ponte volta para Campinas frustrada com oportunidades perdidas na Vila

Mesmo com muitos desfalques (Jeferson, Renê Júnior, João Vitor e Felipe Azevedo, todos por problemas físicos), a Ponte teve uma atuação até certo ponto positiva contra o Santos. Foi, é verdade, dominada em quase todo o primeiro tempo, mas melhorou consideravelmente após o intervalo. Pottker e Maycon forçaram grandes defesas de Vanderlei, Clayson e Roger levaram perigo em chutes para fora. O gol só foi sair quando o placar apontava 3 a 0 para o Peixe.

 

O resultado esconde fatores que funcionaram. Mesmo sem Jeferson e Felipe Azevedo, a Ponte explorou bem o lado direito do ataque com Nino Paraíba e Rhayner (dois jogadores que quase deixaram o Moisés Lucarelli). Dos estreantes, Wendel deu experiência a um setor remendado e Maycon contribuiu com versatilidade, pois marca e chega à frente com eficiência. De negativo, fica o embate de uma dupla de zaga pesada contra possivelmente o ataque mais veloz do país.

>> Atuações: Roger deixa o banco para desencantar e ser o melhor da Ponte

Eduardo Baptista observou os itens acima com otimismo, como demonstrou na entrevista após a partida, ainda nos vestiários da Vila Belmiro. O técnico reconheceu que a qualidade do Santos é superior a da sua equipe, mas ressaltou que, mesmo contra um time com jogadores de nível de seleção brasileira, a Ponte não se omitiu. Ao contrário: em certos momentos do segundo tempo, ameaçou bem mais o gol de Vanderlei do que viu João Carlos trabalhar. Sinal de coragem.

 

Tudo isso serve de aprendizado para as próximas rodadas. Se poderia ter deixado a Vila com ao menos um ponto na bagagem, não é a falta dele que mexerá negativamente na campanha da Ponte. Em 15 rodadas, o time teve força suficiente para vencer Atlético-PR, Palmeiras e São Paulo, equipes que postulam as primeiras colocações. Também deu dificuldades a outros times, como o Grêmio, mesmo em caso de derrota.

O desempenho até aqui, inserida na metade de cima da tabela de classificação, indica que a Macaca tem condições de fazer mais do que se manter na elite novamente. Com desfalques, o time encarou o Santos de igual para igual mesmo fora de casa. Se tirar proveito disso e tiver a paciência na recuperação de jogadores importantes, tem capacidade para ser competitiva em qualquer estádio da Série A. E somar pontos que não deixarão esses fazerem falta lá na frente.

Victor Ferraz gol Santos x Ponte Preta (Foto: Futura Press)Desatenções como no gol de Victor Ferraz custaram melhor resultado à Ponte no último sábado (Foto: Futura Press)
Comentários Facebook

Brasileirão Série A

Seleção Brasileira encerra preparação para amistoso contra República Tcheca

Publicado

Programa No Mundo da Bola desta segunda-feira (25) também destacou a reta final dos principais campeonatos estaduais do país; ouça na íntegra

O programa No Mundo da Bola desta segunda-feira (25) destacou o amistoso da Seleção Brasileira com a República Tcheca. Waldir Luiz, Márcio Guedes, Bruno Mendes e toda a nossa equipe também analisaram a reta final dos principais campeonatos estaduais do país e as principais notícias do esporte nacional e internacional.

Clique no player e ouça o programa na íntegra:

No Mundo da Bola é transmitido pela Rádio Nacional do Rio de Janeiro, de segunda a sexta-feira, a partir das 17h. Para participar das transmissões, o internauta deve ligar para (21) 2117-6918 ou (21) 2117-6919.

Fale com a equipe de esportes das Rádios EBC pelo e-mail: esporte.radios@ebc.com.br.

Agencia Brasil
Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Palmeiras volta a ter time feminino depois de 9 anos

Publicado

Repórter Lincoln Chaves trouxe todas as informações da preparação do Verdão para o Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino dentro do programa No Mundo da Bola desta quinta-feira (14); ouça na íntegra
Começa neste sábado (16) a sétima edição do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino. E a Rádio Nacional traz uma série de matérias sobre a principal competição do futebol feminino no país. A terceira reportagem fala do Palmeiras e dos seus reforços para disputar a competição além do projeto da diretoria para a modalidade. O repórter Lincoln Chaves trouxe todas as informações do Verdão dentro do programa No Mundo da Bola desta quinta-feira (14).

Ouça no player abaixo:

O Palmeiras retorna ao feminino após nove anos. O time vai jogar em Vinhedo, cidade parceira do versão nesta edição.

A equipe foi apresentada em meados de fevereiro e é comandada pela treinadora Ana Lúcia Gonçalves.

O No Mundo da Bola é transmitido pela Rádio Nacional do Rio de Janeiro, de segunda a sexta-feira, a partir das 17h. Para participar das transmissões, o internauta deve ligar para (21) 2117-6918 ou (21) 2117-6919. Fale com a equipe de esportes das Rádios EBC pelo e-mail: esporte.radios@ebc.com.br.
Tags: Palmeiras Futebol Feminino Brasileirão Feminino

Agência Brasil

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana