Cáceres comemora oficialmente seus 240 anos

57

Cáceres comemorou oficialmente 240 anos na noite de sábado (06) com uma solenidade realizada no hall de entrada do Pavilhão de eventos da Sicmatur, com a presença de autoridades e convidados de vários segmentos da sociedade organizada e do povo em geral.

A Banda de Música composta pelos militares do 2º BFron e a Orquestra Sinfônica da Unemat abrilhantaram a solenidade, com a execução do Hino Nacional e musicas populares, entre apresentações da Fanfarra de alunos do CAIC e dos grupos culturais  Tibararé, Chalana e Vitória Régia, que apresentaram danças típicas dos folclores mato-grossense e brasileiro.

“Love Cáceres” dá boas vindas
Após os discursos da mesa de honra, liderada pelo prefeito Francis Maris Cruz e benção proferida pelo padre Orlando Tito Filho, autoridades e demais presentes se deslocaram até o jardim da Sicmatur, para a inauguração do novo monumento de boas vindas aos visitantes.

Nas margens da Praia do Daveron e bahia que banha o Centro de Cáceres, uma nova frase enche os olhos de quem lê. “Love Cáceres”, estampa o letreiro estilizado em caixa, de aproximadamente dois metros de altura, por outros 10 de comprimento, em chapas de ferro, sob base de concreto, decoradas com fotos e motivos da cidade e do Pantanal.

Ao final, um bolo foi servido a todos os presentes logo após o ponto alto da comemoração, o tradicional ‘parabéns a você’, na execução da Sinfônica da Unemat, seguido das palmas que selaram a comemoração oficial dos 240 anos de Cáceres.

O boi no rolete vem aí
O secretário em exercício de Turismo e Cultura, Mauri Queiróz de Menezes Junior também falou, parabenizando Cáceres e convidando a todos a participar do jantar festivo dos 240 anos que será realizado no próximo dia 20, quando será servido um jantar a base de carne assada do já tradicional Boi no Rolete. Estão previstos 30 bois para um público esperado de 10 mil pessoas.

O jantar é gratuito e sem custos para os cofres públicos, uma vez que os animais são doados por pecuaristas do município, que, gentilmente fizeram as doações, a exemplo dos anos anteriores, nas duas gestões do prefeito Francis Maris Cruz, criador da comemoração do aniversário com boi no rolete.

O boi no rolete é temperado com grandes agulhas e seringas para ser assado inteiro, em espetos giratórios.

Parabéns cacerenses!
Em seu discurso, o prefeito Francis destacou o trabalho de todos os que trabalharam para o crescimento e progresso da cidade, ao longo de 240 anos. “Somos uma cidade acolhedora que recebe a todos e é essa recepção calorosa e humana dos cacerenses que ajuda a fazer o desenvolvimento do município”, salientou Francis.

O prefeito também enalteceu todos os que contribuíram com o crescimento do município, ao longo dos 240 anos, desde sua fundação. “Somos uma cidade acolhedora e essa receptividade cheia de calor humano do povo cacerense ajuda muito no desenvolvimento”, destacou Francis.

Mesa de honra
A mesa de honra foi composta pelo prefeito Francis Maris Cruz, acompanhado da esposa, Maria Menezes Cruz, tenente Cavalcante, representante do Comando da Marinha, secretário de Turismo e Cultura, Mauri Queirós, Andeson Amaral, representante da reitoria da Unemat e professora Elenir, representante do Conselho Estadual de Cultura.

“Quando aqui cheguei, me assustei, pois ainda não havia visto uma cidade tão esburacada e tão abandonada”

Herança do passado
O Padre Orlando Tito Filho, da Paróquia São Sebastião, iniciou sua fala lembrando-se de quando chegou à Cáceres. “Quando aqui cheguei, há três anos, me assustei, pois ainda não havia visto uma cidade tão esburacada e tão abandonada, muito diferente do que é hoje, graça aos seus gestores. Hoje, muito me alegra estar residindo em Cáceres”, destacou o padre.

O prefeito Francis lembrou que quando assumiu a Prefeitura, no primeiro mandato, em 2013, herdou uma dívida do município de 31 milhões de reais e comentou que não havia dinheiro para realizar o serviço de tapa buracos e, muito menos, para fazer asfalto. “O padre tem razão, só havia buracos nas ruas e avenidas, por todos os lados. Mas, graças a Deus, que tem nos abençoado, iluminado e protegido, com muito trabalho conseguimos acertar as finanças da Prefeitura, pagando os salários do funcionalismo em dia e dar início às obras”, garante o prefeito.

“Apesar da crise que vive o Brasil, estamos avançando”, salientou Francis”, evidenciando ainda outras conquistas de seu governo, como a aquisição de veículos, máquinas, tratores e caminhões, principalmente ônibus escolares”, salienta Francis.

Falando da Cáceres de hoje
“Fizemos bastante, mas muito ainda há por fazer. Cáceres precisa de todos nós e que Deus nos ajude para sermos sempre conscientes disso, trabalhando unidos para que a cidade possa comemorar outros 240 anos. Nós passaremos, mas Cáceres continuará dando novas oportunidades para nossos filhos, nossos netos e todos os que virão. Que Deus abençoe e ilumine nessa caminhada, cada família, cada cacerense que ajuda a construir essa cidade. Parabéns Cáceres, parabéns cacerenses!”, parabenizou o prefeito.

Era tudo ‘muito velho’
Francis também relembrou que quando assumiu não havia máquinas para a manutenção das estradas rurais e que eram muitas as cobranças dos produtores rurais por causa disso. “São mais de 6 mil quilômetros de estradas pelo interior do município. Quando assumi, havia apenas três máquinas muito velhas. Nós conseguimos comprar cinco patrols novas, escavadeira potente, retroescavadeiras, pá-carregadeira, dez caminhões novos e carretas, ônibus para transporte na saúde e de idosos, ambulâncias novas, inclusive uma UTI móvel e vans para o transporte de pacientes”, pontuou o prefeito.

“Estamos providenciando a compra de mais 30 novos ônibus. Quando chagarem, em breve, serão 70 veículos transportando nossos alunos, com conforto e segurança, em todo o município”, evidenciou o prefeito Francis.

Dinheiro do bolso
“Ainda temos muito que fazer para deixar o serviço de saúde à altura da população, mas não dá para comparar ao caos que era a saúde quando nós assumimos. Para se ter uma ideia, não havia dinheiro para comprar soro para uso na saúde municipal. Eu usei dinheiro do meu bolso para resolver o problema imediato, foram 100 mil reais. Hoje, temos ônibus novos para levar pacientes para tratamento especializado em Cuiabá e vans para atender pacientes em casa. Temos uma farmácia que faz de tudo para que não faltem remédios”, destacou Francis.

Informatização e economia
Um dos orgulhos da Administração de Francis, salientou ele, é a informatização de todo os sistemas da Prefeitura, interligando departamentos, secretarias e serviços.
O prefeito Francis ainda frisou que um dos orgulhos de sua administração é ter conseguido fazer economia de gastos e conta como fez. “Em 2012, a Prefeitura gastou com os ônibus escolares, 480 mil reais. Nós assumimos e no ano seguinte, buscando os mesmos alunos, nos mesmos lugares, na mesma quilometragem, gastamos apenas 150 mil reais, economizado o dinheiro do povo. As máquinas e ônibus gastaram na outra gestão, mais de um milhão e meio de reais em combustíveis. Em 2013, consertamos as máquinas e ônibus quebrados e gastamos apenas 150 mil reais. A diferença ficava nos desvios de dinheiro público que aconteciam na Prefeitura, porque não havia controle. Hoje, com a informatização que fizemos, em quase 90% da Administração, temos o controle do que se gasta”, completou Francis, afirmando que é esse o legado que quer deixar quando terminar sua gestão, a de moralizar a Administração pública municipal, através de suas diversas ações.

“Quem assumir vai pegar uma Prefeitura organizada”, encerrou o prefeito, lembrando algumas da obras de sua gestão, como a reforma de postos de saúde, construção de quatro novas  creches, sede da Sicmatur e a construção do novo PAM.

Grupo Tibararé
O Grupo Tibararé é de Cuiabá, formado por 11 componentes, que cantam, dançam e declamam. Seis deles participaram do evento de aniversário. A produtora do grupo, Fernanda Gandes, conta que tibararé, na mitologia indígena, é uma ave que protege a floresta. Segundo Mateus de Luca, produtor cultura do SESC Mato Grosso a apresentação do Grupo Tibararé foi um presente do SESC para a cidade e que eles continuam na cidade, oferecendo oficinas de cultura no SESC de Cáceres, com o espetáculo Palhaçando e Andarilhos da Estrelas, esta última, apresentada na comemoração na noite deste sábado e muito aplaudida pelos presentes.

Grupo Vitória Régia
Grupo folclórico cacerense que há mais de 13 anos desenvolve atividades culturais em Cáceres. Já participou de festivais nacionais e internacionais, em 8 países. Eles apresentaram as danças do Maracatú, Maracatu e dança africana.

Grupo Chalana
Tradicional e muito conhecido, o Grupo Chalana tem fama internacional. Esteve há poucos dias na Coreia e se prepara para outra viagem à Ásia. O Chalana já representou Mato Grosso em eventos realizados em todas as Regiões do País, e o Brasil em 15 Países, nos continentes asiático, europeu e nas Américas, além de promover anualmente o Festival Internacional de Folclore. Dentre outros, o Chalana brilhou na Polônia e eleito melhor Grupo do 12th International Folclore Festival Veliko Tarnovo 2009 e no Dubai Shopping Festival 2 nos Emirados Árabes Unidos, além de conquistar o Guakar de Ouro, na Colômbia.

Admirável é o nome de Deus
A mensagem que o padre escolheu para o tema da benção do 240 anos da cidade foi o texto bíblico dos Salmos que descreve o “quão é admirável”  o nome de Deus “em toda a terra”.

O Salmo 8

“Ó Senhor, Senhor nosso, quão admirável é o teu nome em toda a terra, pois puseste a tua glória sobre os céus!

Tu ordenaste força da boca das crianças e dos que mamam, por causa dos teus inimigos, para fazer calar ao inimigo e ao vingador.

Quando vejo os teus céus, obra dos teus dedos, a lua e as estrelas que preparaste;

Que é o homem mortal para que te lembres dele? E o filho do homem, para que o visites?

Pois pouco menor o fizeste do que os anjos, e de glória e de honra o coroaste.

Fazes com que ele tenha domínio sobre as obras das tuas mãos; tudo puseste debaixo de seus pés:

Todas as ovelhas e bois, assim como os animais do campo,

As aves dos céus, e os peixes do mar, e tudo o que passa pelas veredas dos mares.

Ó Senhor, Senhor nosso, quão admirável é o teu nome sobre toda a terra!”.

Assessoria

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here