conecte-se conosco


Policial

Autor de roubo e homicídios tem prisão cumprida em operação da Polícia Civil na Capital

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Três ordens judiciais, entre mandados de prisão e busca e apreensão foram cumpridos, nesta terça-feira (10.09), Polícia Judiciária Civil, através da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) e apoio da Delegacia de Primavera do Leste e Grupo de Operações Especiais (GOE).

A operação denominada “Cifrão Azul” tinha como alvo Wanderson Delmon Rego, 24, conhecido como “Gordinho”. O suspeito foi identificado nas investigações da DHPP como um dos autores do homicídio que vitimou, Ricardo dos Anjos Sobral, ocorrido no ano de 2018, além de ter a atuação identificada em roubos e em outros dois homicídios.

Segundo apurado, a vítima foi levada para uma boca de fumo na região do bairro Pedra 90, ocasião em que foi agredido fisicamente e posteriormente assassinado com disparos de arma de fogo.

Durante o trabalho investigativo, coordenado pela delegada Eliane Moraes, foi descoberto que o suspeito possuía um mandado de prisão em aberto pela comarca de Anchieta, Estado do Espírito Santo (ES), por roubo a uma agência dos Correios.

Leia mais:   9ª Edição dos jogos encerra com chave de ouro na Acadepol

Além da ordem de prisão, o investigado também possía dois mandados por outros dois homicídios, ocorridos no interior do Estado, nas cidades de Poxoréu e Primavera do Leste. Com base nos levantamentos, os investigadores conseguiram localizar o paradeiro do suspeito que estava residindo na região do Pedra 90, em Cuiabá.

A casa do investigado possuía muros altos e oito câmeras de segurança. No interior da residência, havia uma piscina com azulejos formando um Cifrão, demonstrando seu envolvimento com o crime, e o que também inspirou o nome da operação.

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook

Policial

Polícia Civil cumpre prisões e buscas para apurar desvios de dinheiro público na antiga Cepromat

Publicado

Assessoria | PJC-MT

A Polícia Judiciária Civil, por meio da Delegacia Especializada de Combate à Corrupção (DECCOR), em conjunto com o Comitê Interestadual de Recuperação de Ativos (CIRA), Delegacia de Capturas e Polícia Interestadual (DCPI) de Brasília e Ministério Público Estadual (MPE), deflagrou na manhã desta terça-feira (22.10), a operação “Quadro Negro”.

A operação visa dar cumprimentos a mandados de prisão preventiva e de busca e apreensão domiciliar com o objetivo de apurar desvios ocorridos no antigo Centro de Processamento de Dados do Estado (Cepromat), atual Empresa Mato-grossense de Tecnologia da Informação (MTI). 

As ordens judiciais foram decretadas pela juíza Ana Cristina Silva Mendes da 7ª Vara Criminal da Capital. Ao todo foram expedidos 06 mandados de prisão preventiva e 07 de busca e apreensão domiciliar, que serão cumpridos nas cidades de Cuiabá (MT), Brasília (DF) e Luziânia-GO.

Além dos mandados, foi decretado o sequestro de mais de R$10 milhões, em valores, imóveis e veículos de luxo. 

A operação é coordenada pelos delegados Anderson Veiga, Luiz Henrique Damasceno e Bruno Lima Barcellos e contou com apoio do delegado chefe da DCPI, Amarildo Fernandes e do delegado adjunto, Henry Galdino. Detalhes sobre os trabalhos serão passados em coletiva de imprensa, às 09h30, na Delegacia Especializada de Crimes Fazendários e Contra a Administração Pública (Defaz).

Leia mais:   Gestão de Pessoas promove evento Circuito Qualidade de Vida na quarta-feira (23)

Nome da operação

Operação Quadro Negro, remete ao quadro e giz que ainda funcionam nas escolas, já que as lousas digitais eram falsas, bem como à situação (quadro) estrutural crítica que a educação básica se encontra em razão dos prejuízos causados pelos desvios.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Polícias Civil e Militar prendem 6 pessoas em operação de combate a criminalidade

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Uma operação com objetivo de reforçar o combate a criminalidade em Guarantã do Norte (715 km ao Norte de Cuiabá), foi deflagrada pela Polícia Judiciária Civil e Polícia Militar, na sexta-feira (18.10), no município. A operação denominada “Calefação” resultou em seis pessoas presas, além da apreensão de porções de entorpecentes, cigarros contrabandeados e outros produtos de origem ilícita.

O trabalho integrado tinha como objetivo a desarticulação de uma associação criminosa atuante no comércio de entorpecentes e outros crimes, que vinha atuando no município e região.

Um dos suspeitos, O.J.P., foi surpreendido pelos policiais civis e militares quando trafegava pela Rodovia BR-163, em um veículo Saveiro. Ao perceber a presença das equipes, o criminoso tentou empreender fuga, porém foi alcançado pelos policiais. Na ocasião, um outro suspeito que estava com ele conseguiu escapar do cerco policial.

No interior do veículo Saveiro foram apreendidos dois tijolos pesando aproximadamente 1,5 quilo de pasta base de cocaína. O.J.P. foi conduzido à Delegacia de Polícia de Guarantã do Norte, interrogado e autuado em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Leia mais:   Polícia Civil autua suspeito por tráfico de drogas no CPA

Em outro ponto da cidade, uma tabacaria situada no bairro Jardim Vitória, foi realizada a abordagem de vários menores de idade, além de serem encontrados produtos oriundos de contrabando.

O proprietário do estabelecimento foi detido para esclarecimentos. No local, também foi localizada uma mulher, monitorada por tornozeleira eletrônica, porém que estava com o aparelho desligado.

Em outro bar no bairro Santa Marta, os policiais apreenderam vários maços de cigarros de origem estrangeira e de venda proibida no Brasil. No endereço, outras duas pessoas foram detidas por desacato e por fornecer bebida alcoólica para menores de idade, respectivamente.

 

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana