conecte-se conosco


Destaque

Atletas de Rondonópolis conquistam medalhas no campeonato estadual de atletismo Juvenil

Publicado

Atletas da Rondonópolis Associação de Atletismo e Esporte Inclusivo (RAAEI), cada um com 16 anos de idade, conquistaram oito medalhas, sendo três de ouro, duas de prata e três de bronze, no Campeonato Estadual de Atletismo Juvenil, realizado no final de semana no Complexo Esportivo Dom Aquino, em Cuiabá. A competição reuniu competidores de vários municípios de Mato Grosso.
Um dos atletas da equipe da RAAEI ganhou duas medalhas de ouro. Foi o caso de Joelson Diniz, estudante da Escola Domingos Aparecido dos Santos, que foi campeão nas provas do salto em distância e do 400 metros com barreira.
Gabriel Vendramin, aluno da Escola Estadual Major Otávio Pitaluga (EEMOP), foi outro que trouxe o ouro para Rondonópolis conquistado na prova de lançamento de dardo.
Thiago Lima, que estuda na Escola Estadual Daniel Martins de Moura, levou a prata no lançamento de disco e ficou com a medalha de bronze na prova de arremesso de peso.
Kevin Yuk, aluno da Escola Domingos, recebeu medalha de prata na prova do salto em altura. E Isabela Silva Santos Souza, também da Escola Domingos, levou o bronze nos 200 metros rasos.
Já a equipe formada por Kevin Yuk, Thiago Lima, Joelson Diniz e Diego Cesar de Oliveira, alunos da Escola Domingos, recebeu medalha de bronze na prova do revezamento 4×100 metros.
A próxima competição que a RAAEI marcará presença será no Interclubes de Menor, que acontecerá de 27 a 29 deste mês, em São Paulo.

Leia mais:   MPF aciona Supremo Tribunal Federal para impedir toque de recolher em Mato Grosso

Fonte: Atribuna/MT

Comentários Facebook

Cáceres e Região

Policiais e fiscais autuam em flagrante lanchonete Copo Sujo por descumprimento do decreto

Publicado

Sinézio Alcântara – Expressão Notícias

Policiais militares e ambientais, acompanhados por agentes da Vigilância em Saúde e Corpo de Bombeiros, autuaram em flagrante, proprietários da lanchonete e pizzaria “Copo Sujo”, por descumprimento do decreto estadual 836 de 01 de março que determina o fechamento do comércio ou qualquer outra atividade comercial a partir das 19 horas.

O fechamento da lanchonete e pizzaria Copo Sujo, localizada na avenida São Luiz, faz parte da Operação Dispersão, realizada desde o a noite de quarta-feira, quando o decreto governamental entrou em vigor. A medida faz parte das ações restritivas, impostas pelo governo estadual, para conter a disseminação da pandemia do coronavirus.

Além do descumprimento do decreto que estabelece o fechamento do comércio com horário definido, no local, policiais e fiscais da Vigilância em Saúde, flagraram pessoas, em aglomeração, consumindo bebidas alcoólicas. O estabelecimento foi autuado e os clientes dispersados. Não há ainda informação sobre aplicação de multa, conforme prevê o decreto.

Os órgãos fiscalizadores têm agido com rigor no cumprimento do decreto. Além da vigilância nos bares, lanchonetes, churrascarias e pizzarias, na noite de quarta-feira (3/3) a Polícia Militar e Corpo de Bombeiros já haviam interrompidos a realização de um culto religioso na avenida Talhamares. A princípio, a polícia e os fiscais fizeram orientação e solicitaram dispersão dos clientes, agora a ordem é autuar e multar

Leia mais:   “Combinar aulas presenciais com aulas remotas não se configura ensino híbrido”, afirma professor do IFMT

Confira as medidas do decreto: 

– De segunda à sexta, proibição de todas as atividades econômicas das 19h às 5h. Aos sábados e domingos, a proibição será após o meio-dia. A exceção fica por conta das farmácias, serviços de saúde, funerárias, postos de gasolina (exceto conveniências), indústrias, transporte de alimentos e grãos, e serviços de manutenção de atividades essenciais, como água, energia e telefone.

– Nos horários permitidos, as atividades econômicas deverão respeitar as medidas de segurança, como o uso de máscara, distanciamento e limitação de 50% da capacidade máxima do local. – Eventos podem ocorrer dentro do horário permitido, respeitado o limite 30% da capacidade do local, e número máximo de 50 pessoas.

– Os serviços de entrega por delivery seguem autorizados até às 23h. – O transporte coletivo e congêneres (Uber, 99, etc) podem funcionar normalmente. – Toque de recolher a partir das 21h até às 5h, com proibição de circulação – Projeto de lei que prevê multa a pessoas físicas e às empresas que descumprirem as normas, bem como notificação à Polícia Civil e Ministério Público.

Leia mais:   Unemat realizará colações de grau de forma virtual por conta do avanço da Covid

– Nos órgãos públicos estaduais, fica suspenso o atendimento presencial em todas as secretarias e órgãos do governo, com exceção das unidades finalísticas. Quanto a jornada de trabalho, cada secretaria/autarquia vai disciplinar medidas para redução do fluxo de pessoas.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Temor pelo contágio e ameaça de multa muda de forma repentina estilo de vida da população

Publicado

Sinézio Alcântara – Expressão Notícias

O temor pelo contágio pelo coronavirus e a ameaça de multa, para quem descumprir as medidas restritivas de combate ao covid-19, mudou de forma repentina, o estilo de vida da população, em Cáceres.

Desde a noite de quarta-feira (3/3), a primeira da edição do toque de recolher, baixado através de decreto governamental, a maioria do comércio fechou e pouca gente ousou em sair de casa.

O pouco comércio que ainda permaneceu aberto – algumas pizzarias e lanchonetes – se limitaram a cumprir as normas do decreto, realizando vendas somente, através do sistema delivery (pronta entrega).

“Felizmente as pessoas começaram a entender a necessidade de cumprir as normas sanitárias para conter a disseminação do coronavirus” afirmou o coordenador da Vigilância em Saúde, Alberto Garcete.

Disse que, a Polícia Militar – que fez as operações à noite – e a equipe da Secretaria de Fazenda – que realizou fiscalização durante o dia – tiveram pouco trabalho porque pouca gente esteve na rua, principalmente, à noite.

Uma das poucas ações da Polícia Militar foi impedir a realização de um culto religioso, na avenida Trabalhamares. Porém, ninguém foi detido ou multado. Os policiais agiram apenas para acabar com a aglomeração.

Leia mais:   Atacado Pantanal entrega bicicleta para cliente

Ainda não foi feito um balanço das ações dos órgãos fiscalizadores, após as primeiras 48h do decreto. Contudo, as informações, até o momento, são de que a população, pela primeira vez, demonstra interesse em cumprir as determinações.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana