conecte-se conosco


Mato Grosso

Assessores pedagógicos são capacitados para compra de produtos da alimentação escolar

Publicado

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) realizou, nesta quinta-feira (13.06), um curso de capacitação para os assessores pedagógicos de Cuiabá e Várzea Grande sobre chamada pública e pregão presencial da alimentação escolar. A formação ocorreu nas dependências do Centro de Educação de Jovens e Adultos (CEJA) Cesário Neto, no centro da capital.

Os técnicos da Coordenadoria de Alimentação Escolar (CAE) da Seduc, responsáveis pelo curso, detalharam os procedimentos do certame.

Segundo a técnica da CAE Leila Abutakka, a formação é importante porque muitos assessores iniciaram os trabalhos este ano e estão com dúvidas. Durante o curso, os técnicos explicam as duas modalidades de compra – o pregão presencial, para adquirir grandes quantidades de produtos e a chamada pública, voltada para a compra de produtos da agricultura familiar.

“Esse é o foco da nossa capacitação. Como já fizemos essa formação com os novos gestores, restavam os assessores pedagógicos, que orientam as escolas na compra de produtos da alimentação escolar”, ressalta.

Para a assessora pedagógica Maria Denise Souza Carvalho, que é representante na Câmara de Negócios da Alimentação Escolar (CNAE), os assessores pedagógicos precisam dessas informações porque são eles que tiram as dúvidas dos gestores escolares. “Precisamos de uma formação para sermos pregoeiros que é quem conduz o pregão. Com isso, ganhamos em agilidade em todo o processo”, ressalta.

Leia mais:   Apenas um município em Mato Grosso está com risco alto de contaminação de Covid-19

Com os repasses da alimentação escolar em dia, os diretores têm uma preocupação a menos que é o pagamento dos fornecedores. Uma vez recebendo pelo produto, os fornecedores fazem a entrega dentro do prazo estipulado.

No entendimento de Leila Abutakka, os repasses em dia são fundamentais para o fornecimento da alimentação escolar. “Na hora das compras, os gestores das unidades escolares já compram e pagam. Dá mais segurança aos fornecedores”, afirma.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook

Estadual

Vídeos mostram animais mortos e destruição em incêndios no Pantanal

Publicado

Moradores de Poconé (104 km ao Sul de Cuiabá) registraram vídeos do incêndio florestal que atinge o Pantanal desde o dia 21 de julho. Filmagens mostram pontos diferentes da queimada e o combate aéreo ao fogo, feito pelo Corpo de Bombeiros.

Leia também – Hotel retira funcionários durante incêndio no Pantanal

Independente da área que se mostra, o cenário é o mesmo: de fogo, fumaça e destruição. A trilha sonora de estalos do mato queimando está por toda parte, assim como o rastro de triste. Animais mortos carbonizados estão por toda a parte.

Os enormes jacarés, encontrados por todo lado no Pantanal, não conseguiram fugir, assim como diversos outros bichos que habitam a área alagada, seca no período.

Reprodução

jacaré queimado no pantanal

Em um dos vídeos feitos na estrada que dá acesso ao Hotel Porto Cercado, o cinegrafista ainda comenta: “fogo brabo aqui. Muito vento (sic)”.

Segundo o último boletim divulgado pelo Corpo de Bombeiros, o incêndio florestal já atinge 77 mil hectares. Mais de 100 militares atuam no combate ao fogo via terrestre e aérea. Empresas privadas e a comunidade também ajudam no trabalho.No decorrer dos dias de incêndio, a estratégia adotada pelos combatentes tem sido alterada devido às mudanças do vento e pontos críticos.

Leia mais:   Unidades do Detran-MT abertas ao público realizam apenas serviços não disponíveis online

Vídeo

GD
Comentários Facebook
Continue lendo

Estadual

Busca por profissionais da área da saúde cresce em meio à crise causada pelo coronavírus

Publicado

Em cinco meses de pandemia, a crise causada pela Covid-19 vem provocando uma fila imensa por trabalhadores na área da saúde, tais como enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeutas, entre outros. Em levantamento feito pela Grandy Desenvolvimento Humano, empresa especializada em recrutamento e seleção de talentos, é notória a procura por recrutamento e seleção de profissionais deste segmento.
“Com o início da pandemia nós percebemos que muitas empresas recuaram em relação às contratações de novos colaboradores, houve bastante suspensão, porém com o passar de poucas semanas, notamos que enquanto alguns segmentos do mercado desacelerava bruscamente, o segmento da saúde acelerava mais ainda. Nunca tivemos tanta demanda quanto estamos tendo agora por esses profissionais”, comenta Cynthia Lemos, sócia da Grandy.
Atualmente, há dez vagas abertas na plataforma da Grandy, com a expectativa de abertura de mais vagas para o mesmo segmento, os locais de trabalho são em Cuiabá e Várzea Grande. Os postos disponíveis são para técnicos de enfermagem – os salários oferecidos são de R$1.550 com vários benefícios.
Ao receber uma grande demanda por posições na linha de frente, Cynthia destaca que para essas vagas é necessária a formação e ter experiência. Embora alguns profissionais estejam resistentes em assumir ingressar no mercado de trabalho devido ao risco, as vagas vêm sendo preenchidas rapidamente.
Diante desse cenário, a Grandy tem notado uma oferta muito maior do que profissionais no mercado. Mas, com a abertura do comércio agora, a situação atual vem obtendo um crescimento, os empresários têm voltado a retomar na procura de vagas que tinham sido suspensas.

Leia mais:   A pedido de Dr. Leonardo, Ministério da Agricultura destrava recurso que beneficiará pequenos produtores em MT

Para mais informações sobre vagas de empregos, acesse: http://grandy.com.br/

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana