conecte-se conosco


Política

Assembleia Social solicita doações para bazar voltado ao Hospital Amparo de Rosário Oeste

Publicado

Foto: Karen Malagoli

A Assembleia Social promove, no dia 04 de dezembro, a 9ª edição do Bazar Solidário, cuja arrecadação será toda revertida para o Hospital Amparo de Rosário Oeste, única unidade hospitalar no município, que atende 99% dos pacientes pelo SUS.

Nesta etapa, o braço social da Assembleia Legislativa de Mato Grosso solicita doações de roupas, calçados, acessórios e artigos de decoração, para alcançar maior volume de produtos e reverter mais recurso à entidade filantrópica. Os interessados em doar podem agendar retirada dos itens pelo telefone (65) 3313-6875.

O hospital, gerido pela Associação Municipal de Proteção e Assistência de Rosário, recebe repasse financeiro do SUS, mas insuficiente para atender toda a demanda: média de 2400 pacientes por mês.

O Bazar Solidário da Assembleia Social, terceira edição de 2019, ocorrerá entre 9h e 15h do dia 04/12, no foyer do Teatro do Cerrado Zulmira Canavarros, e disponibilizará para venda roupas, calçados, acessórios e artigos de decoração, novos e usados, com valores a partir de R$ 2. A entrada é gratuita e é aberto a toda a comunidade.

Leia mais:   Botelho entrega viatura para Dom Aquino e anuncia novos recursos para a Segurança Pública

“Nosso bazar é um ciclo de solidariedade e de consumo consciente. Neste momento, queremos sensibilizar vocês para doar, desocupar os guarda-roupas, renovar as energias. Logo no início de dezembro, período de fechar ciclos e abrir novos, convidamos para conferir nossas peças, levar presentes para si e para as pessoas que amam. E, claro, contribuir com o trabalho lindo do Hospital Amparo, reconhecendo a importância que ele tem para a população rosariense”, convida a diretora da Assembleia Social e do Teatro Zulmira, Daniella Paula Oliveira.

Mais sobre o Hospital Amparo

O Hospital Amparo de Rosário Oeste é o chamado “porta aberta”, pois atende por 24 horas e tem serviço de Pronto-Atendimento (PA), de Urgência e Emergência, prevê internação e promove cirurgias de baixa complexidade, como parto cesáreo, retirada de vesícula, etc. Há também atendimento clínica médica para homens, mulheres, acompanhamento de gestantes e pediatria.

A entidade filantrópica tem 51 anos e surgiu por iniciativa da Igreja Católica. Hoje sobrevive por doações dos benfeitores, por repasses de um convênio com a Prefeitura Municipal de Rosário Oeste e com recursos do SUS. No entanto, atende uma demanda maior do que a estrutura suporta.

Leia mais:   Delegado Claudinei solicita distribuição de kits de higiene a caminhoneiros para combate a pandemia

A presidente da Associação, Elenir Bernadete Gubert dos Santos, informa que os recursos arrecadados com o 9º Bazar Solidário serão usados para algumas adequações no hospital, como a melhoria do acesso de ambulâncias (pequena reforma na calçada) e aquisição de utensílios de cozinha, para a produção das refeições para pacientes, acompanhantes e funcionários.

SERVIÇO

Doação de roupas, calçados, acessórios e artigos de decoração para 9º Bazar Solidário da Assembleia Social

Agendamento de retirada de doações: (65) 3313-6875

Entidade beneficiada: Hospital Amparo de Rosário Oeste

Data do bazar: 04/12/2019, entre 9h e 15h

Local: Teatro do Cerrado Zulmira Canavarros

Informações: (65) 3313-6875

Comentários Facebook

Política

Delegado Claudinei lamenta morte de rondonopolitano que idealizou o Grupo Cinquentão

Publicado

Em sessão plenária na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), o deputado estadual Delegado Claudinei (PSL) apresentou, nesta manhã de quinta-feira (8), moção de pesar pelo falecimento de Neosdete Antônio Oliveira, 54 anos, que faleceu vítima de Covid-19, no dia 7 de julho. Ele teve destaque em Rondonópolis (MT) ao idealizar o projeto Grupo Cinquentão que despertou a atenção entre os associados do Caiçara Tênis Clube.

Oliveira deixou três filhos e era de família pioneira de Rondonópolis e, também, era reconhecido por sua atuação como corretor de imóveis, organizador de eventos e com grandes amizades constituídas no município. “Perdemos um grande parceiro, amigo, esportista. Oliveira, como era conhecido entre os amigos e familiares, foi idealizador do Grupo Cinquentão no Clube Caiçara que proporcionou para as pessoas a prática do futebol amador de Rondonópolis, como, também, importantes eventos sociais. Sem contar que essa iniciativa integrava a relação entre os familiares do grupo. É uma tristeza muito grande e estendo os meus sentimentos aos familiares”, lamenta Claudinei.

Leia mais:   Audiência pública remota abre espaço à participação popular

Grupo Cinquentão

Com amizade de 20 anos com Oliveira, o vendedor João Batista Soares acompanhou o início do Grupo Cinquentão que existe há quase cinco anos. “Na verdade, tinha uma faixa etária estabelecida no Caiçara Clube que não nos atendia. Então, surgiu o grupo para contar com pessoas de idade equilibrada, próximo a 50 anos, e eu não acreditava que ia ter coro suficiente. O Oliveira acreditou tanto que começou a mobilizar pessoas e até conseguiu incentivar aqueles que não praticavam esporte a começar a se exercitar. Não imaginava que a ideia iria dar certo e se concretizar”, conta o amigo que diz que conseguiram fidelizar cerca de 80 pessoas ao projeto.

Batista informa que além do esporte que envolvia a promoção de torneios, amistosos e campeonatos – dentro do coração de Oliveira existia um olhar ao próximo e preocupação social. “Ele buscava ajudar pessoas com problemas de saúde e dificuldades financeiras por meio de eventos. Fazíamos eventos para arrecadar alimentos para ajudar entidades. Também, a venda de rifas para ajudar determinada pessoa que precisava ou algum integrante do grupo”, detalha.

Leia mais:   Botelho entrega viatura para Dom Aquino e anuncia novos recursos para a Segurança Pública

Ao receber a notícia, João conta que ficou bastante transtornado com a notícia por conviverem há muitos anos. “Ele foi internado com suspeita de dengue, mas quando começou a ter sintomas de falta de ar, ficamos sabendo que podia ser Covid-19. Ele foi para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) até abrir uma vaga na UTI do Hospital Regional de Rondonópolis. Infelizmente, conseguiu a vaga, mas não deu tempo para salvá-lo”, conta Batista.

Pandemia – Na última atualização do Boletim Epidemiológico da Prefeitura de Rondonópolis, do dia 7 de julho, já são 2.378 casos confirmados de Covid-19, com 77 óbitos.

Comentários Facebook
Continue lendo

Política

Botelho lamenta morte de líder da Igreja Assembleia de Deus Ministério Belém

Publicado

Foto: ANGELO VARELA / ALMT

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM), lamentou a morte do pastor Sebastião Rodrigues de Souza, líder da Igreja Assembleia de Deus Ministério Belém, ocorrida nesta quarta-feira (8), vítima de covid-19. Botelho decretou luto oficial por três dias e, por unanimidade, foi aprovada moção depPesar à família do pastor, durante sessão plenária desta quarta-feira, momento em que a trajetória do pastor foi lembrada pelos deputados.

“Decretamos luto oficial em respeito ao grande legado deixado pelo pastor Sebastião Rodrigues de Souza, que sem dúvida, foi um grande homem, respeitado e admirado em todo o país pelo posicionamento coerente diante das Sagradas Escrituras”, disse Botelho, ao acrescentar que em nome da ALMT “elevo as mais sinceras condolências à família, membros da Igreja e amigos, e peço a Deus que conforte a todos nesse momento difícil”.

Trajetória – Pastor Sebastião Rodrigues foi presidente da Assembleia de Deus de Mato Grosso. Há 40 anos lançou a pedra fundamental da Assembleia de Deus, em Juara. Considerado a maior liderança religiosa entre os evangélicos nas últimas décadas em Mato Grosso, sendo referência no Brasil por dedicar a sua vida à obra de Deus. Recebeu diversas homenagens como moções de aplausos e congratulações; o título de Cidadão mato-grossense; a Comenda Desbravadora Migrante Norberto Schwantes; a Comenda Lenine Póvoas e a Comenda Senador Filinto Müller.

Leia mais:   Botelho lamenta morte de líder da Igreja Assembleia de Deus Ministério Belém

“Devemos esta perda irreparável à covid-19, que tantas vidas têm colhido, numa das piores pandemias já vivenciadas pela humanidade”, lamentaram os deputados na moção de pesar.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana