conecte-se conosco


Política

Assembleia Legislativa faz sessão especial para homenagear mulheres

Publicado

Foto: Demóstenes Milhomem

A Assembleia Legislativa realiza, nesta sexta-feira, 8 de março, Sessão Especial, às 19h, no Plenário das Deliberações Renê Barbour, a pedido do deputado estadual Wilson Santos (PSDB), com a finalidade de comemorar o Dia Internacional da Mulher. Trinta e cinco mulheres, dos mais diferentes segmentos da sociedade mato-grossense, serão homenageadas.

“São guerreiras que contribuem significativamente no desenvolvimento efetivo das políticas públicas sociais nos municípios, é merecida uma homenagem da Assembleia Legislativa de Mato Grosso pelos relevantes trabalhos prestado ao estado de Mato Grosso, nos seus municípios”.

No evento está previsto a apresentação da cantora Lu Bonfim e da poetisa Aurelina Haydêe Carmo. Durante a sessão especial, Wilson Santos deve comunicar a instalação da Câmara Temática Setorial que terá o objetivo de levantar e propor políticas públicas em favor da mulher. A CST deverá ser formada por 11 mulheres.

Serão homenageadas:

Rosana Leite Antunes de Barros, defensora pública;

Lindinalva Rodrigues, promotor de Justiça;

Gláucia Anne Kelly Rodrigues Amaral, procuradora do estado;

Isis Catarina Brandão, servidora da Assembleia Legislativa;

Leia mais:   Policiamento rural de Rondonópolis será implantado em outros comandos regionais de MT

Lucimar Sacre de Campos, prefeita de Várzea Grande;

Thelma Figueiredo de Oliveira, prefeita de Chapada dos Guimarães;

Telma Reis, presidente da CMDM Cuiabá

Gisela Simona, superintende do Procon/MT;

Jacy Proença, militante do Movimento Negro e de Mulheres e ex-vice-prefeita de Cuiabá;

Aurelina Haydêe Carmo, antropóloga, poetisa;

Silvia Negri, coordenadora de Desenvolvimento Institucional do Hospital de Câncer;

Eliane Rodrigues Lima, 1ª mulher indígena a se formar em Direito, Consultora Técnica da FEPOIMT;

Clarissa Lopes, presidente da Comissão de Direito da Mulher da OAB; 

Luciana França, professora da Secretaria Municipal de Educação e Cultura de Barra do Bugres;

Lúcia Palma, atriz, produtora cultural;

Gonçalina Eva de Almeida, coordenadora pedagógica da Escola Estadual Quilombola Tereza Conceição Arruda, no Quilombo Mata Cavalo;                       

Ozenira Soares de Souza, secretaria de Gestão de Cuiabá;

Vera Lúcia Capilé, cantora, psicóloga;

Rosa Neide Sandes de Almeida, deputada federal (PT);

Josyrleth Magalhães, delegada da Delegacia da Mulher;

Tatiana Aparecida Lima, única mulher contramestra em Capoeira em MT;

Leia mais:   Prefeito sofre derrotas na Câmara: dois projetos são devolvidos ao Executivo em menos de três meses

Marioneide Angélica Kliemaschewsh, secretária de Educação de Mato Grosso;

Kall Marçal, presidente do Instituto Mulheres + Q Vencedoras;

Amini Haddad Campos, juíza de direito de Mato Grosso;

Eliana Vitalino, presidente do Conselho Municipal de Assistência Social e coordenadora do Centro da Pastoral do Migrante;

Serys Slhessarenko, professora da UFMT, ex-deputada e ex-senadora de MT;

Cleuta Paixão, poetisa, Produtora Cultura/Juína;

Eunice Ramos, repórter da TV Centro América;

Gisele Guth de Araújo, pastora e fundadora do Esquadrão da Vida;

Lígia Borges Figueiredo (in memorian), 1ª mulher prefeita em MT- Rosário Oeste- 1947 a 1951);

Maria Helena Póvoas, desembargadora do Tribunal de Justiça de Mato Grosso;

Domingas Leonor da Silva, fundadora do grupo Flor Ribeirinha;

Dinorá Magalhães Arcanjo, agente de saúde;

Irmã Ada Gambarotto, irmã salesiana;

Jocilene Barboza (in memorian), presidente do Sintep/MT;

Vera Bertolini, coordenadora do Núcleo de Estudo, Pesquisa e Organização da Mulher da UFMT;

Comentários Facebook

Política

Deputado Nininho indica ao contratação de médicos formados no exterior para atender a saúde pública

Publicado

Foto: ANGELO VARELA / ALMT

Na sessão matutina desta quarta-feira (08), o deputado estadual Ondanir Bortolini (PSD), Nininho, defendeu, por meio de indicação ao governo do estado, a contratação de médicos formados no exterior para atender as unidades de saúde pública estaduais.

Durante sua fala na tribuna, o parlamentar citou o exemplo do Estado de Sergipe, que por meio de uma ação conjunta do Ministério Público Federal, Ministério Público do Trabalho e do Ministério Público do Estado permitiu à Justiça conceder liminar para contratação de médicos formados em instituições de ensino estrangeiras, que ainda não passaram pelo exame Revalida, para atuar na assistência a pacientes diagnosticados com a Covid-19.

De acordo com o texto, é de conhecimento da população que os médicos formados no exterior aguardam o exame Revalida desde o ano de 2017. 

“Neste momento, Mato Grosso passa por uma situação crítica com o aumento da contaminação. Precisamos de medidas austeras para resolver o problema, a contratação temporária é uma saída”, justificou Nininho.

Nininho disse que teve uma conversa com o governador Mauro Mendes sobre a possibilidade de aplicar, em Mato Grosso, a experiência do estado sergipano, e disse acreditar que esta seja a maneira eficaz para atender e tranquilizar a população. 

Leia mais:   Lei da transparência nos contratos voltados à Covid-19 é sancionada

“O governador me informou que Mato Grosso conta com mais 50 leitos de UTI devidamente instalados, sendo 20 no Hospital Santa Casa e 30 no Hospital Metropolitano. Nesta quarta-feira, cinco a dez leitos serão ativados na Santa Casa, o restante por falta de recursos humanos não será possível liberar, talvez a contratação dos médicos enquanto perdurar a pandemia seja a solução para atender a baixada cuiabana e se estender aos municípios polos de saúde”, ratificou o deputado.

Comentários Facebook
Continue lendo

Política

João Batista quer informações sobre contratações temporárias no sistema socioeducativo

Publicado

Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

O deputado estadual João Batista (Pros), durante a sessão matutina desta quarta-feira (08), na Assembleia Legislativa de Mato Grosso, usou a tribuna por meio de videoconferência, para apresentar um requerimento, encaminhado ao secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, que pede informações sobre as contratações temporárias no âmbito das unidades do sistema socioeducativo de Mato Grosso.

Em sua justificativa, Batista traz o mesmo questionamento usado pelo promotor Célio Fúrio, da 35ª Promotoria de Justiça do Núcleo de Defesa do Patrimônio Público de Cuiabá, requerendo que o secretário explique a decisão de realizar contratos temporários ao invés de nomear os candidatos aprovados em concurso público. O promotor instaurou inquérito civil para investigar a conduta de Bustamante, referente às contratações temporárias no Sistema Socioeducativo por processos seletivos simplificados.

“Desde o início do meu mandato venho lutando e reivindicando a convocação dos concursados. O governo do estado sempre usou o discurso da Lei de Responsabilidade Fiscal, a LRF, como principal argumento para não chamar os concursados. Agora quero saber qual vai ser o argumento usado pela Secretaria de Segurança Pública, uma vez que tivemos acesso a planilha da LDO para o próximo ano, e observamos que o orçamento do Estado já está se equilibrando”, disse o deputado.

Leia mais:   Botelho lamenta morte de líder da Igreja Assembleia de Deus Ministério Belém

João Batista disse que não descarta a ideia de apresentar uma nota de repúdio contra o secretário, afirmando ainda que irá acompanhar de perto todo o inquérito. “Queremos explicações sobre as decisões adotadas pelo Poder Executivo. Caso todas as acusações sejam comprovadas, irei cobrar providências por parte da Justiça e da Assembleia Legislativa, responsabilizando os autores e cobrando a imediata convocação dos aprovados nos concursos públicos do sistema socioeducativo, penitenciário e Politec (Perícia Oficial e Identificação Técnica)”.

Ao todo, 59 profissionais para o sistema socioeducativo, no regime de contratação temporária, foram identificados pelo promotor, sendo 26 agentes de segurança em Lucas do Rio Verde (Case) e 30 agentes de segurança, dois enfermeiros e um técnico de saúde bucal em Cuiabá (Case).

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana