conecte-se conosco


Brasileirão Série A

Análise: Santos volta a ser dominado na Vila e demonstra fraqueza sem trio

Publicado

Campinho - Santos (Foto: GloboEsporte.com)No 4-4-2, Santos foi mal contra o Internacional

O Santos perdeu diante do Internacional, no último domingo, uma invencibilidade de 29 jogos – o equivalente a quase 11 meses – na Vila Belmiro. A partida contra a equipe gaúcha foi a terceira de uma sequência ruim como mandante.

Na final do Campeonato Paulista, contra o Audax, ainda com Lucas Lima (que estava com uma lesão no tornozelo e jogou 22 minutos), Gabriel e Ricardo Oliveira, o Peixe foi dominado, viu o adversário criar inúmeras chances de gol, mas chegou ao título em arrancada do camisa 9.

Na continuação, já sem Lucas Lima e Ricardo Oliveira lesionados, e só com Gabigol, o Coritiba foi amplamente superior no primeiro tempo, abriu o placar, e tudo parecia errado até Vitor Bueno fazer um gol de falta e recolocar o Alvinegro na partida. A virada veio no último minuto, em gol de cabeça de Renato. No fim das contas, contra o Inter, a “magia” da Vila não foi suficiente.

O time gaúcho ditou o ritmo da partida, válida pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro, do começo ao fim. Se por muito tempo o torcedor santista esteve acostumado a ver o Santos empilhando oportunidades de gol, com volume de jogo, iniciativa e vibração, desta vez a história foi semelhante às de Audax e Coritiba, mas sem final feliz.

CONFIRA A TABELA DO BRASILEIRÃO

O Peixe terminou o primeiro tempo sem obrigar o goleiro Danilo Fernandes a fazer uma defesa sequer. Os problemas eram muitos, mas um deles chamou mais a atenção: a dificuldade em manter a posse de bola. Os jogadores não conseguiam emplacar uma sequência de passes, e erravam toques curtos, de dois ou três metros, irritando os poucos torcedores presentes (pouco mais de 4 mil). Enquanto isso, o Colorado parecia que ia abrir o placar a qualquer momento.

Leia mais:   Em Minas, Cuiabá perde para o líder Atlético-MG e cai invencibilidade

Com muitos espaços na defesa, e sem a manutenção da posse, a bola ia ao ataque e voltava rapidamente. No vídeo abaixo, os zagueiros se enrolam na saída de jogo, e na hora da recuperação, Zeca não tem com quem jogar e acaba arriscando o lançamento.

 

No segundo tempo, o Alvinegro melhorou um pouco com a entrada de Ronaldo Mendes na vaga de Rafael Longuine, que não foi bem. O substituto entrou ligado, e mesmo não muito inspirado, ofereceu perigo à defesa do Inter.

Enquanto o Internacional dominava o jogo, o Santos buscava um contra-ataque para abrir o placar. E no único bem encaixado pela equipe, Paulinho chutou a bola na arquibancada. Assista abaixo.

 

Com dificuldades na armação das jogadas, o Peixe, por muitas vezes, buscou a ligação direta e viu seus zagueiros tentando construir chances de gol. Em uma das tentativas, David Braz acertou bom passe, Lucas Crispim serviu Vitor Bueno, e o goleiro Danilo Fernandes evitou que a bola balançasse as redes. Confira abaixo.

 

Mesmo longe de estar inspirado, o clube da Vila Belmiro teve a chance de abrir o placar e ficar perto da vitória nos pés do atacante Matheus Nolasco. O lateral-direito Victor Ferraz encontrou o jovem sozinho, na área, mas ele desperdiçou a grande chance santista. Veja.

 

Sem aproveitar a oportunidade para fazer o gol e, mais uma vez, vencer após ver o adversário dominar a partida em seus domínios, o Santos acabou castigado. Aos 38 minutos do segundo tempo, o Internacional chegou à vitória na bola parada.

Leia mais:   Em Minas, Cuiabá perde para o líder Atlético-MG e cai invencibilidade

Depois de criar inúmeras chances de gol com jogadas trabalhadas, infiltrações e tabelas, o atacante Aylon, que havia acabado de entrar, cabeceou para o fundo das redes a cobrança de escanteio do meia Alex, que também entrou na segunda etapa. Veja o gol no vídeo abaixo.

 

Depois de sair atrás no placar, o Santos não teve forças para reagir e viu um time o derrotar na Vila Belmiro após 29 partidas. E pior: o Internacional não chegou à vitória por acaso, jogando na defesa e se aproveitando de um contra-ataque, mas envolveu o Peixe durante todos os minutos e fez por merecer a quebra da invencibilidade.

O revés diante do Inter, e, principalmente, a forma como o Santos atuou também contra Audax e Coritiba ligam o sinal de alerta na Vila Belmiro. O Peixe não pode apenas lamentar a falta de seus principais jogadores, mas precisa encontrar formas de retomar o bom futebol, para que não tenha mais uma campanha intermediária no Campeonato Brasileiro – em 2007, o Alvinegro foi vice-campeão e, de lá para cá, não brigou pelo título e nem ficou no G-4.

*Colaborou sob supervisão de Ivair Vieira Jr

Eduardo Sasha x Vanderlei  (Foto: Ricardo Duarte / Inter, DVG)Santos foi dominado pelo Internacional dentro de casa (Foto: Ricardo Duarte/Inter, Divulgação)

Fonte: Globo Esporte

Comentários Facebook

Brasileirão Série A

Em Minas, Cuiabá perde para o líder Atlético-MG e cai invencibilidade

Publicado

A Gazeta

Após 12 jogos sem derrotas fora de casa pelo Campeonato Brasileiro, o Cuiabá perdeu a longa invencibilidade que acumulava na série A para o líder Atlético-MG neste domingo (24), em Belo Horizonte, pela 28ª rodada do Brasileirão. O galo venceu por 2 a 1 e pôs fim a longa série do auriverde sem derrotas longe de casa.

O Dourado continua com 35 pontos, em décimo lugar na tabela de classificação. O Galo, por sua vez, chegou aos 59 tentos e é mais líder do que nunca.

A mil por hora, assim começou o início do jogo entre Cuiabá e Atlético-MG no Mineirão. Logo aos 2 minutos, Nathan Silva, contra, inaugurou o marcador em recuo infeliz para Everton, que viu a bola entrar lentamente no gol. Aos 4, Hulk, dentro da pequena área, deixou tudo igual após jogada ensaiada de escanteio.

O time mineiro conseguiu a virada com Jair, que completou de cabeça para as redes após assistência de Guilherme Arana.

No início da etapa final, Hulk marcou o terceiro para o Atlético, mas o gol foi anulado após a arbitragem pegar um toque de mão do atacante. Daí em diante o Atlético continuou pressionando, mas sempre parando nas defesas seguras do goleiro Walter.

Leia mais:   Em Minas, Cuiabá perde para o líder Atlético-MG e cai invencibilidade

À medida que o relógio foi passando, o Atlético deixou o Cuiabá mais a vontade para trabalhar com a bola e passou a contar com os contra-ataques. O Dourado martelou, porém não conseguiu criar chances claras de gol.

O próximo compromisso do Cuiabá no campeonato brasileiro é contra o Red Bull Bragantino no dia 1º de novembro, na Arena Pantanal, às 19h30 (de MT.

Comentários Facebook
Continue lendo

Brasileirão Série A

Seleção Brasileira encerra preparação para amistoso contra República Tcheca

Publicado

Programa No Mundo da Bola desta segunda-feira (25) também destacou a reta final dos principais campeonatos estaduais do país; ouça na íntegra

O programa No Mundo da Bola desta segunda-feira (25) destacou o amistoso da Seleção Brasileira com a República Tcheca. Waldir Luiz, Márcio Guedes, Bruno Mendes e toda a nossa equipe também analisaram a reta final dos principais campeonatos estaduais do país e as principais notícias do esporte nacional e internacional.

Clique no player e ouça o programa na íntegra:

No Mundo da Bola é transmitido pela Rádio Nacional do Rio de Janeiro, de segunda a sexta-feira, a partir das 17h. Para participar das transmissões, o internauta deve ligar para (21) 2117-6918 ou (21) 2117-6919.

Fale com a equipe de esportes das Rádios EBC pelo e-mail: esporte.radios@ebc.com.br.

Agencia Brasil
Comentários Facebook
Leia mais:   Em Minas, Cuiabá perde para o líder Atlético-MG e cai invencibilidade
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana