conecte-se conosco


Cáceres e Região

Águas de balneários e cachoeira da Piraputanga estão impróprias para consumo e recreação por alto índice de contaminação

Publicado

As águas dos balneários e da Cachoeira da Piraputanga, a 18 quilômetros do perímetro urbano de Cáceres, um dos pontos turísticos visitados com frequência por moradores e turistas no município, estão impropria para recreação e consumo, devido ao alto índice de contaminação por Escherichia coli – baquitéria causadora de inúmeras doenças, entre elas, infecções intestinais, doenças de pele e pneumonia. É o que aponta, um Boletim de Balneabilidade realizado pela  Sema, realizado no mês de maio.

A situação levou o Ministério Público, através da Promotoria de Justiça Especializada da Bacia Hidrográfica do Alto Paraguai, a sugerir que a prefeitura, por intermédio da Secretaria do Meio Ambiente e Turismo, oriente os moradores e visitantes para não banhar e tampouco consumir água, principalmente, da cachoeira. A ideia, de acordo com a promotora Liane Amélia Chaves, é alertar os frequentadores sobre o risco de contaminação, até que a situação seja contornada. As coletas para exames foram realizadas em 5 dias nos meses de março e abril.

Em alguns pontos da bacia hidrográfica da Piraputanga – formada pela cachoeira e balneários – o índice de contaminação foi tão alto que chegou a 2.419,20 Escherichia coli por 100 mililitros da água. E, apesar da recomendação feita pela Secretaria de Meio Ambiente e Turismo, informando que o local é improprio para banho a reportagem do Jornal Expressão, flagrou um casal tomando banho na cachoeira.

Leia mais:   Juba Supermercados parceiro no casamento comunitário do 2º Ofício

De acordo com a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), as águas são consideradas próprias para o consumo ou recreação quando em 80% ou mais de um conjunto de amostras obtidas em cada uma das coletas no mesmo local, houver no máximo 800 Escherichia coli por 100 mililitros. E impróprias quando o valor da amostragem for superior a 2000 Escherichia coli por 100 mililitros de água; ou ainda for constatada presença de resíduos ou despejos, sólidos ou líquidos, esgotos sanitários, óleos, fezes, urinas, ou outras substâncias capazes de oferecer riscos à saúde ou tornar desagradável a recreação.

A partir de agora, o MP irá iniciar um trabalho de coleta para descobrir qual a causa da contaminação do córrego.Outro fator que leva a Promotoria a investigar melhor a origem da contaminação é o fato de o antigo “Lixão” mesmo que desativado possa estar contribuindo para o fator. “ O objetivo é saber o que está provocando a contaminação para que assim possamos ter uma atuação mais eficaz e precisa, com o fim de sanar as irregularidades que causaram a contaminação da bacia”, destacou a promotora.

Leia mais:   Em Sessão Solene, Câmara celebra nomeação de Cáceres e San Matías como cidades gêmeas

Editoria – Sinézio Alcântara

Comentários Facebook

Cáceres e Região

Em Sessão Solene, Câmara celebra nomeação de Cáceres e San Matías como cidades gêmeas

Publicado

O Ministério do Desenvolvimento Regional do Governo Federal publicou, no mês de abril, uma Portaria que incluiu a cidade de Cáceres na lista de “cidades gêmeas” nacionais.

O conceito de cidade gêmea se caracteriza pela integração urbana com países vizinhos – neste caso, com a cidade boliviana de San Matías – e permite o livre comércio na região fronteiriça. Na prática, Cáceres poderá comercializar produtos importados com isenção de impostos, através da implantação de um “free shop” composto por lojas aptas a comercializar produtos importados do país vizinho no valor de até U$300 (trezentos dólares estadunidenses).

Dessa maneira, várias pessoas poderão visitar Cáceres para fazer compras de produtos com preços mais acessíveis. Essa nova condição somada à visitação turística vai possibilitar o incremento da economia no município, o que deve acarretar também investimentos sociais e na segurança, visando a viabilização e estruturação desta nova política comercial internacional na Princesinha do Paraguai.

Antes mesmo desta ação do governo federal, no entanto, a Câmara Municipal de Cáceres havia idealizado a expedição de Diplomas de Honra às autoridades Bolivianas de San Matías. Aproveitando a oficialização do pareamento de Cáceres e San Matías como cidades gêmeas, os vereadores da Câmara Municipal promoveram uma Sessão Solene na manhã de sexta-feira (16), com a presença de Fabio López Olivares, Prefeito de San Matías, acompanhado de seus vereadores. Também marcaram presença representantes de órgãos municipais de Cáceres como a Prefeitura, o Grupo Especial de Fronteira (GEFRON), a Polícia Militar e a Unemat, além de veículos de imprensa local e os vereadores cacerenses.

Leia mais:   Reitor do IFMT dialoga com servidores de Cáceres sobre contingenciamento de recursos e cenário atual da Educação Profissional e Tecnológica

17 diplomas de honra foram emitidos às autoridades de San Matías, que em reciprocidade também presentearam os parlamentares da Câmara Municipal. “Foi um grande ato organizado pela Câmara de Cáceres pelo bem da integração entre dois países e pela construção de maiores possibilidades e façanhas. São duas regiões irmãs com quatro, cinco milhões de habitantes que poderão usufruir dessa união, fruto de muitos anos de trabalho. Juntos, podemos compartilhar os mesmos sentimentos e ideais que fortalecem o nosso povo”, disse o Prefeito de San Matías, Fabio López Olivares.

Confira, na semana que vem, no site oficial da Câmara Municipal de Cáceres, a matéria completa sobre a solenidade.

Felipe Deliberaes/Assessoria de Imprensa

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

IFMT Campus Cáceres- Prof. Olegário Baldo celebra 39 anos de fundação

Publicado

Neste dia 17.08, o Campus Cáceres – Prof. Olegário Baldo do Instituto Federal de Mato Grosso completa 39 anos de fundação, a partir de sua origem como Escola Agrotécnica Federal de Cáceres.  Na véspera do aniversário, estudantes, servidoras, servidores e colaboradores se reuniram para celebrar as conquistas e renovar a esperança na educação pública, gratuita e de qualidade.

A programação teve início com uma performance da  Fanfarra do campus em frente ao prédio central da instituição, seguida de um emocionante encontro da comunidade interna no Refeitório ‘Anarlete da Silva Loureiro’ com a apresentação da Orquestra de Violões do IFMT Campus Cáceres, regida pelo professor Célio Jonas Monteiro,  com corte de bolo e parabéns.

“As pessoas que compõem essa instituição é quem fazem a diferença. Não basta o prédio bonito, a área construída, o bom laboratório. Somos todos nós quem fazemos esta instituição comprometida com a transformação na vida das pessoas, há 39 anos. Sabemos que o momento não está fácil, em nível de Brasil, neste cenário de contingenciamento, mas hoje queremos comemorar, parabenizar e continuar fazendo no nosso campus, educação pública, gratuita e com qualidade”, afirma o diretor-geral do campus, professor Salmo César da Silva.

Leia mais:   Alunos da Escola Onze de Março,estão sem conseguir assistir aula por falta de transporte

Vocação

Em 39 de atuação na região oeste, o Campus Cáceres-Prof. Olegário Baldo do Instituto Federal de Mato Grosso inscreve a sua história a serviço da educação para a vida e para o trabalho.

Na instituição que se constituiu um dos pilares de formação do IFMT, desde 2008, com a estruturação da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, um dos marcos é o amplo universo de formação pública e gratuita com a oferta da educação básica ao ensino superior. Assim, pessoas adolescentes, jovens e adultas encontram no campus oportunidades educacionais em diversas modalidades com cursos de Formação Inicial e Continuada, Ensino Médio Integrado à formação técnica, Curso técnico pós-médio e Cursos superiores.

O campus dispõe de uma área de 320 hectares, com 21 Unidades de Ensino e Produção, áreas experimentais e 25 laboratórios.

Com quadro qualificado de especialistas, mestres e doutores, e oferta de assistência estudantil para assegurar o sucesso de seus estudantes, o IFMT Campus Cáceres- Prof. Olegário Baldo é destaque no ensino, pesquisa e extensão, e projeta Mato Grosso na produção de inovação tecnológica com invenções e transferência de tecnologias a serviço das comunidades.

Edna Pedro
Assessoria de Comunicação
Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana