conecte-se conosco


Cáceres e Região

Águas de balneários e cachoeira da Piraputanga estão impróprias para consumo e recreação por alto índice de contaminação

Publicado

As águas dos balneários e da Cachoeira da Piraputanga, a 18 quilômetros do perímetro urbano de Cáceres, um dos pontos turísticos visitados com frequência por moradores e turistas no município, estão impropria para recreação e consumo, devido ao alto índice de contaminação por Escherichia coli – baquitéria causadora de inúmeras doenças, entre elas, infecções intestinais, doenças de pele e pneumonia. É o que aponta, um Boletim de Balneabilidade realizado pela  Sema, realizado no mês de maio.

A situação levou o Ministério Público, através da Promotoria de Justiça Especializada da Bacia Hidrográfica do Alto Paraguai, a sugerir que a prefeitura, por intermédio da Secretaria do Meio Ambiente e Turismo, oriente os moradores e visitantes para não banhar e tampouco consumir água, principalmente, da cachoeira. A ideia, de acordo com a promotora Liane Amélia Chaves, é alertar os frequentadores sobre o risco de contaminação, até que a situação seja contornada. As coletas para exames foram realizadas em 5 dias nos meses de março e abril.

Em alguns pontos da bacia hidrográfica da Piraputanga – formada pela cachoeira e balneários – o índice de contaminação foi tão alto que chegou a 2.419,20 Escherichia coli por 100 mililitros da água. E, apesar da recomendação feita pela Secretaria de Meio Ambiente e Turismo, informando que o local é improprio para banho a reportagem do Jornal Expressão, flagrou um casal tomando banho na cachoeira.

Leia mais:   Para amenizar mal-estar entre colegas, Barone detona Cláudio Henrique, Pastorello, Valdeníria e José Torres

De acordo com a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), as águas são consideradas próprias para o consumo ou recreação quando em 80% ou mais de um conjunto de amostras obtidas em cada uma das coletas no mesmo local, houver no máximo 800 Escherichia coli por 100 mililitros. E impróprias quando o valor da amostragem for superior a 2000 Escherichia coli por 100 mililitros de água; ou ainda for constatada presença de resíduos ou despejos, sólidos ou líquidos, esgotos sanitários, óleos, fezes, urinas, ou outras substâncias capazes de oferecer riscos à saúde ou tornar desagradável a recreação.

A partir de agora, o MP irá iniciar um trabalho de coleta para descobrir qual a causa da contaminação do córrego.Outro fator que leva a Promotoria a investigar melhor a origem da contaminação é o fato de o antigo “Lixão” mesmo que desativado possa estar contribuindo para o fator. “ O objetivo é saber o que está provocando a contaminação para que assim possamos ter uma atuação mais eficaz e precisa, com o fim de sanar as irregularidades que causaram a contaminação da bacia”, destacou a promotora.

Leia mais:   Prefeito garante que decreto da “lei seca” está valendo e as bebidas devem ser retiradas das gôngolas dos mercados

Editoria – Sinézio Alcântara

Comentários Facebook

Cáceres e Região

Gefron prende três pessoas e apreende drogas, armas e veículos na fronteira

Publicado

As ações ocorreram na zona rural dos municípios de Porto Esperidião, Pontes e Lacerda e no Jardim Aeroporto em Vila Bela da Santíssima Trindade

Em apenas um dia, o Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron) prendeu três pessoas e apreendeu 16 tabletes de substância análoga à pasta base de cocaína, três invólucros de “super maconha”, três armas, dois veículos, uma motocicleta e 120 munições de calibre 22, 36 e 38. As atividades repressivas ocorreram no sábado (11.07) e o prejuízo ao crime resultou na quantia de R$ 343.700 mil.

Por volta das 10h de sábado, na zona rural do município de Porto Esperidião (a 326 km ao Oeste de Cuiabá), durante patrulhamento na estrada vicinal Laranjal foi avistado um Corsa Sedan de cor branca parado com o porta malas aberto e a chave na ignição. Após o condutor do veículo perceber a viatura policial se aproximando, o mesmo seguiu em direção a mata, mas foi realizada varredura no local, onde a equipe policial localizou o veículo que foi encaminhado para a Base do Gefron no município.

A equipe do Canilfron realizou buscas no veículo com o cão farejador. Durante as buscas, três invólucros contendo 545 gramas  de substância análoga à “super maconha” foram encontradas no paralama direito do veículo. Com base nos fatos, o veículo e as drogas foram encaminhados para a Delegacia Especial de Fronteira (Defron), para providências cabíveis.

Leia mais:   Prefeito garante que decreto da “lei seca” está valendo e as bebidas devem ser retiradas das gôngolas dos mercados

Mais apreensões de drogas

Ainda no mesmo dia, às 13h, durante patrulhamento na rodovia MT- 473, no município de Pontes e Lacerda (a 445 km ao Oeste da capital), uma equipe policial avistou uma motocicleta Honda NXR de cor preta e um VW Gol de cor branca em atitude suspeita. Diante da situação, sinais sonoros e luminosos foram acionados, mas o condutor da motocicleta empreendeu fuga em direção à cidade. Os policias conseguiram então realizar a abordagem da motocicleta e do veículo Gol.

Durante a busca veicular, foram encontrados na parte interna abaixo dos vidros traseiros, 16 tabletes de substância análoga à pasta base de cocaína. Após questionamento policial, os suspeitos disseram que receberiam a quantia de R$ 5 mil para buscar a droga na Ponta do Aterro e deixá-la no Posto Rondon, em Pontes e Lacerda.

Os dois suspeitos juntamente com a motocicleta, o veículo e os entorpecentes foram encaminhados para a Delegacia Especial de Fronteira do município de Cáceres.

Apreensão de armas e munição

Já às 21h, no Jardim Aeroporto em Vila Bela da Santíssima Trindade (a 521 km ao Oeste), a equipe da Rotam avistou uma caminhonete de cor branca parada na esquina de um local. Foi efetuada a abordagem onde uma pessoa se apresentou como proprietário do veículo e após a checagem veicular nada foi encontrado.

Leia mais:   Mato Grosso registra 26.396 casos e 961 óbitos por Covid-19

Na sequência, os policiais questionaram ao condutor sobre a CNH e o mesmo relatou não estar com os documentos e muito menos com a identidade. A equipe policial perguntou onde ficava a residência do indivíduo e o mesmo informou que residia na Fazenda Palmital e que naquele dia estava hospedado em um hotel do município.

A equipe da Rotam e a GU juntamente com o condutor do veículo se deslocaram até o hotel que o suspeito dizia estar hospedado.  Durante revista no quarto, foram encontrados uma caixa de munição com 50 unidades de calibre 22 e oito munições de revólver calibre 38.  Já na Fazenda Palmito também foram encontrados um revólver calibre 38, um rifle calibre 22 e 36.  67 munições de calibre 38, 36 e 22, além das duas cápsulas deflagradas de calibre 38.

O suspeito possuía antecedentes criminais por danos materiais e foi encaminhado para a Delegacia de Vila Bela.

As ações fazem parte da Operação Hórus/Vigia no combate aos crimes na faixa de fronteira e contou com o apoio da ROTAM, Canilfron, 12º Comando Regional e 2º Cia da Polícia Militar.

(Sob supervisão da jornalista Julia Oviedo)

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Deputado Dr. Leonardo anuncia mais R$ 6,35 milhões para Cáceres

Publicado

Assessoria

O médico e deputado federal Dr. Leonardo anuncia nesta segunda-feira (13) a liberação de mais R$ 6.513.928,98 (seis milhões, quinhentos mil e novecentos e vinte e oito reais e noventa e oito centavos) pelo Governo Federal para a região de Cárceres (MT). Trata-se da segunda parcela de recurso destinado ao município por força da aprovação da Lei Complementar 173/2020, aprovada no Congresso Nacional, com voto favorável do parlamentar, que tem empenhado em direcionar recursos ao combate da pandemia de coronavírus em Mato Grosso.

Em junho, Cáceres já tinha recebido a primeira parcela, também no valor de R$ 6,5 milhões, totalizando R$ 13 mi até agora. As duas próximas remessa de recurso referente a Lei Complementar 173/2020 serão realizadas dia 12 de agosto e 1 de setembro. “A maior parte deste recurso é de uso livre por parte da administração pública, para recompor perdas na arrecadação do Município; mas esperamos ver maior parte aplicada na saúde, devido a urgência do momento”, afirmou Dr Leonardo. “Com essa verba é possível alugar equipamentos para manter leitos de unidades de terapia intensiva (UTI), por exemplo”, recomenda o deputado.

Além dos recursos referentes ao auxílio emergencial, criados com a aprovação da LC 173/20, a Princesinha do Paraguai recebeu ainda R$ 517.769,33 do Fundo Nacional de Saúde exclusivos para combate a Covid-19 e R$ 1.239.538,75 de apoio ao Fundo de Participação dos Municípios (FPM). O município de Cáceres, que é principal referência em saúde da Região Sudoeste/Oeste de Mato Grosso, já sofre com a falta de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para atender pacientes em estado grave de Covid-19, a doença causada pelo coronavírus.

Único parlamentar federal da região, Dr. Leonardo tem trabalhado continuamente para buscar recursos federais para o combate do coronavírus, através da aprovação de leis e indicando as unidades da saúde para receber verbas. “Estamos fazendo a nossa parte, não apenas em busca de recursos junto ao Governo Federal, como de soluções alternativas que temos apresentado ao Governador”, completa o parlamentar.

Comentários Facebook
Leia mais:   ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA EM CÁCERES
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana