conecte-se conosco


Cáceres e Região

3ª Copa Comércio de Futsal conhece os finalistas nesta quinta (22)

Publicado

A 3ª Copa Comércio de Futsal, organizada por Marcelo Santana – Cáceres Futsal e a Prefeitura de Cáceres, através da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer, está chegando ao final.  O evento que começou com 13 equipes participantes, foi se afunilando e já está nas semifinais.

Nesta quinta-feira (22), acontecem no Ginásio de Esportes Didi Profeta, os Jogos de volta dos semifinalistas, Farmácia Economize x Vigilantes e Franjinha x Vendedores.

No jogo de ida a Farmácia Economize venceu por apenas um a zero. No jogo de quinta, às 20 horas, os Vigilantes dizem que farão jus ao nome e prometem entrar vigilantes e realizar uma boa partida. Já a Farmácia Economize disse que no futebol não vão economizar e  garantem que farão de tudo para repetir a vitória e estar na final da Copa.

Na segunda partida da noite, que acontece às 21 horas, sai o outro finalista.  Franjinha x Vendedores. No primeiro confronto entre as duas equipes, Franjinha venceu por um placar elástico 9 x 5. Os pupilos de Franjinha dizem que já acharam a porta do gol e vão fazer de tudo para deixar ela aberta. Por outro lado os Vendedores, dizem que não vão vender nada e sim honrar o nome da equipe e tentar reverter o resultado, podendo ser uma surpresa na final. “No futebol o jogo só acaba quando o juiz apita. Somos vendedores e vencedores”, garantem.

Leia mais:   Mato-grossenses recebem doações de comida durante protestos na Bolívia

É neste clima de disputa sadia, que os organizadores convidam os amantes do futsal para prestigiarem esta rodada, que com certeza será eletrizante.

Segundo Marcelo Santana, a Copa começou com jogos emocionantes e muita animação. “Iniciaram a competição Todimo, Vendedores, Farmácia Economize, Mercado Popular, Lanches e Cia, STS, Contatos Comunicação Visual, Franjinha, Vigilantes, Incoeste, Cáceres Florestal, 2º BFron e Ansef (Polícia Federal). “Agora só restam quatro”.

Marcelo explica que a cada ano o evento prestigia uma personalidade que contribui com o futsal cacerense.  “Este ano estamos homenageando o Vicente Ortiz, uma pessoa que há vários anos vem ajudando o futsal e contribuindo com equipes. Uma homenagem justa a este grande parceiro. “Troféu Vicente Ortiz”.

Santana observa que a Copa Comerciário não tem fins lucrativos e nem patrocinadores. “É pelo amor ao esporte. Todos os recursos vindos das inscrições são revertidos a premiação da competição.

Ele conta que o este ano o campeão vai receber, além do troféu, um mil e seiscentos reais. O vice-campeão mil reais e o terceiro colocado 400 reais.

Leia mais:   Depois de 7 meses governo não recuperou escola onde abriu cratera no dia de chuva

Marcelo reconhece o empenho e a parceria da secretaria de esportes de Cáceres. “A Eliane não mediu esforços para nos ajudar. Só tenho a agradecer”.

A Secretária de Esportes Eliane Batista, destaca a importância do Futsal de Cáceres no cenário esportivo mato-grossense e avalia a competição como uma forma de manter ativa a modalidade, de oportunizar o cumprimento do calendário esportivo de eventos e a possibilidade de ver revelados novos talentos para o futebol de quadra. “Realmente uma grande realização”, finalizou Eliane.

Colaborou: Esdras Crepaldi

Comentários Facebook

Cáceres e Região

Depois de 7 meses governo não recuperou escola onde abriu cratera no dia de chuva

Publicado

As salas de aulas do Colégio Estadual Onze de Março (CEOM), condenadas pela Defesa Civil Municipal, permanecem interditadas e os alunos evacuados do prédio, continuam estudando em salas improvisadas da Faculdade do Pantanal (FAPAN). Depois de sete meses, da abertura de uma cratera no meio de uma das salas da escola, ocorrido no dia 9 de abril, o governo do Estado, ainda não providenciou a recuperação do prédio.

“Já encaminhamos à Secretaria de Infraestrutura do Estado, vários documentos cobrando uma posição do governo para a recuperação da estrutura. Mas, infelizmente, ainda não obtivemos resposta” afirma a coordenadora da Defesa Civil Municipal, Arineia Graciela Ardaia assinalando que, técnicos da Sinfra chegaram a elaborar um projeto para reforma das salas afetadas pela cratera. Porém, segundo ela, a reforma ainda não saiu do papel.

O incidente no CEOM ocorreu na noite do dia 9 de abril. Após uma forte chuva abriu-se um enorme buraco de cerca de cinco metros de diâmetro, no meio da sala de aula da escola. Não houve vítimas porque, não havia ninguém, no colégio a essa hora. Assim que informados do caso, no dia seguinte, técnicos da Defesa Civil Municipal, compareceram a escola e orientaram o, imediato, isolamento do bloco, composto por três salas.

Leia mais:   Mato-grossenses recebem doações de comida durante protestos na Bolívia

À época, a coordenadora da Defesa Civil afirmou que havia eminente risco de outras partes do prédio ceder. “A olho nú percebemos que os pisos de outras salas também estão em desníveis. Temos que preservar a vida das nossas crianças” justificou.

Na tentativa de amenizar a possibilidade de uma tragédia, a direção da escola negou que houvesse alunos estudando nas salas. “Essa sala estava isolada, desde o ano passado. Servia apenas de depósito provisório. Nós pressentimos que o piso já apresentava problemas” disse a diretora Maria José de Oliveira Godoy. Contudo, imagens e relatos feitos por alunos, mostraram um amontoado de carteiras e mesas, no fundo da sala.

O coordenador Leocir Antônio Sfozer, informou que a erosão no prédio existe desde 2007. Para não perder o ano letivo, os cerca de 200 alunos que estudavam nas salas condenadas, foram enviados para outros estabelecimentos de ensino. Entre eles, a Faculdade do Pantanal – FAPAN, onde até hoje permanecem. O CEOM é uma das mais antigas e tradicionais escolas do município. No colégio estão matriculados 935 alunos.

Leia mais:   Depois de 7 meses governo não recuperou escola onde abriu cratera no dia de chuva

Editoria – Sinézio Alcântara

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Militar do exército morre após perder controle do veículo e colidir com árvore na BR 070 em Cáceres

Publicado

Em nota, o Exército Brasileiro esclareceu que o Subtenente Gilmar é natural de Jaicós no Piauí, e trabalhava no 2º Batalhão de Fronteira de Cáceres desde 2016.

Um militar lotado 2º Batalhão de Fronteira (2º BFron), conhecido como Batalhão General José Miguel Lanza, morreu após perdeu o controle do veículo e colidir com uma árvore nas margens da BR 070, no município de Cáceres (distante a 220 km de Cuiabá).

O acidente acorreu nas proximidades da localidade do Facão na manhã desta sexta-feira (15), o Subtenente Jose Gilmar de Sousa Santana (47 anos) se deslocava da cidade de Cuiabá com destino a Cáceres, quando ocorreu o acidente.

Em nota, o Exército Brasileiro esclareceu que o Subtenente Gilmar é natural de Jaicós no Piauí, e trabalhava no 2º Batalhão de Fronteira de Cáceres desde 2016.

Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal o militar dirigia um veículo Chevrolet Cobalt de placa ONS 6538, que chegou a colidir com outras árvores a beira da rodovia após o impacto final, no momento do acidente chovia muito no local.

Leia mais:   Depois de 7 meses governo não recuperou escola onde abriu cratera no dia de chuva

O Corpo de Bombeiros foram acionados, porém a vítima já se encontrava sem vida após a colisão.

Subtenente Gilmar era casado e deixa duas filhas.

NOTA DE FALECIMENTO  

COMUNICAÇÃO SOCIAL DO 2º BATALHÃO DE FRONTEIRA

O Comando do 2º Batalhão de Fronteira (2º B Fron) lamenta informar que, na manhã desta sexta-feira, 15 de novembro de 2019, o Subtenente JOSE GILMAR DE SOUSA SANTANA (47 anos), sofreu um acidente de carro na BR-070 na altura de Cáceres, próximo a Serra do Mangaval e infelizmente veio a óbito no local. O Subtenente Gilmar, que é natural de Jaicós no Piauí, trabalhava no 2º B Fron desde 2016. Neste momento de consternação e pesar, os integrantes do 2º Batalhão de Fronteira se sensibilizam com o ocorrido e se solidarizam com os familiares e amigos do Subtenente JOSE GILMAR DE SOUSA SANTANA.

Por: Joner Campos

Comentários Facebook
Continue lendo

Cáceres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Mais Lidas da Semana